Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/3993
Tipo: Dissertação
Título: Estrutura e função de comunidades de insetos aquáticos em um sistema fluvial de Mata Atlântica no sudeste brasileiro, com especial referência à avaliação do conceito de continuidade de rios (CCR)
Autor(es)/Inventor(es): Baptista , Darcilio Fernandes
Orientador: Nessimian , Jorge Luiz
Resumo: Os rios passaram a ser vistos como ecossistemas complexos há muito pouco tempo atrás. Somente nos meados deste século deixaram de ser considerados como meros canais de escoamento das águas pluviais, para serem tratados como sistemas abertos com suas espécies constituintes conferindo-lhes uma organização em estrutura e função. A partir desta mudança de paradigma, foram desenvolvidos diversos modelos para explicar o comportamento de tais ecossistemas nas mais diferentes situações ecológicas. No entanto, em sua grande maioria, esses modelos foram baseados em conhecimentos ecológicos de regiões de clima temperado, havendo pouquíssimos estudos sobre a organização das comunidades de invertebrados nestes sistemas em regiões tropicais. O presente trabalho procura trazer uma contribuição para o entendimento do funcionamento de um ecossistema de rio de tamanho médio nos domínios da Mata Atlântica no sudeste brasileiro. Inicialmente, apresentamos uma breve revisão de alguns conceitos sobre comunidades e a descrição dos principais modelos que explicam o funcionamento dos ecossistemas de rios e, em especial, o Conceito de Continuidade de Rios de VANNOTE et al.(1980). A conceituação geral dos modelos é apresentada de forma que possamos compará-la com nossos resultados. A seguir, são apresentados os estudos sobre a composição e organização estrutural das comunidades de insetos aquáticos ao longo do gradiente longitudinal da bacia do Rio Macaé no Estado do Rio de Janeiro. Foi analisada, por estatística multivariada (Análise de Correspondência e Análise de Agrupamento), a distribuição espacial das comunidades...
Resumo : Rivers became regarded as complex ecosystems very recently. Only at the middle of the 20th century they stopped from being considered mere drainage channels for pluvial waters and started to be seen as open systems, with their constituent species providing a functional and structural organization. From then on, several models were developed to explain the behavior of these ecosystems under a wide variety of ecological situations. However, most of these models were based in the knowledge acquired in temperate areas, with very few studies focused on the organization of invertebrate communities from tropical regions. The present work intends to contribute to the understanding of a middle-sized river ecosystem placed in the Atlantic Forest of southeastern Brazil. A brief review of some concepts about communities is presented. First, as well as the description of the major models that explain river ecosystem function, especially the River Continuum Concept from VANNOTE et. al (1980). The general foundations of these models are displayed in a way that allows an easy comparison with the results presented herein. Next, the results about the composition and structure of the aquatic insects communities along the longitudinal gradient of the Macaé river basin are exhibited. The spatial distribution of these communities...
Palavras-chave: Brasil, Sudeste
Análise Multivariada
Continuidade de Rios
Rio tropical
Insetos aquáticos
Ecologia de comunidades
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA
Programa: Pós-Graduação em Zoologia
Departamento: Museu Nacional
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 1998
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/3993
Aparece nas coleções:Zoologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
278479.pdf13,86 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.