Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/4122
Tipo: Dissertação
Título: Distribuição e análise morfológica do gênero Leposternon Wagler, 1824 no Estado do Rio de Janeiro, Brasil (Reptilia, Amphisbaenia).
Título(s) alternativo(s): Distribution and morphological analysis of the genus Leposternon Wagler, 1824 in the state of Rio de Janeiro, Brazil (Reptilia, Amphisbaenia).
Autor(es)/Inventor(es): Barros Filho , José Duarte de
Orientador: Izecksohn , Eugênio
Resumo: Dados sobre a ocorrência e distribuição das quatro espécies do gênero Leposternon (Reptilia, Amphisbaenia) já registradas para o Estado do Rio de Janeiro foram revistos e ampliados; L. infraorbitale e L. wuchereri permanecem com apenas um registro cada, e L. microcephalum, presente em quase todo o Estado, não teve registros na faixa de Niterói a Barra de São João, ocupada por L. scutigerum. Fez-se uma análise morfológica com base em 132 exemplares destas duas últimas espécies, com vistas a uma interpretação funcional de diferentes caracteres, comparados também a outras espécies de Leposternon e a outros gêneros de Amphisbaenia, principalmente em relação à movimentação; foram identificadas áreas distintas de stress funcional. Foram sugeridas padronizações metodológicas para tratamento de alguns ítens taxonômicos e mudanças nomenclaturais para algumas escamas cefálicas.
Resumo : The data about occurrence and distribution of Leposternon species already recorded to Rio de Janeiro State, Brazil, were reviewed and extended. Leposternon infraorbitale and L. wuchereri stand with only one record each, and L. microcephalum, present in most of the state range, was not recorded to the strip from Niterói to Barra de São João, occupied by L. scutigerum. A morphological analysis was made on 132 specimens of these last two species, aiming to give a functional interpretation for different characters, compared also with other species of Leposternon and other génera of Amphisbaenia, specially in relation to locomotion; some corporeal areas were identified as being subjected to distinct functional stress. Methodological standards for treatment of some taxonomic items and nomenclatural changes for some cephalic scales were suggested.
Palavras-chave: Leposternon
Anfisbenídeos
Rio de Janeiro (Estado)
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA
Programa: Pós-Graduação em Zoologia
Departamento: Museu Nacional
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 18-Ago-1994
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/4122
Aparece nas coleções:Zoologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
273553.pdf7,39 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.