Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/4188
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Estudo organofaciológico em rochas geradoras marinhas neocretáceas da formação Tetuan, Bacia do Vale Superior do Magdalena, Colômbia: implicações para geração de petróleo e caracterização paleoambiental
Autor(es)/Inventor(es): Macedo Neto, Hilton Pereira
Orientador: Mendonça Filho, João Graciano
Resumo: As rochas, em geral pelíticas do Cretáceo Superior, são as geradoras da maior parte das reservas de petróleo na Colômbia e em outros países da parte norte da América do Sul. Na Bacia do Vale Superior do Magdalena (VSM), a existência de afloramentos de boa qualidade e com níveis de evolução térmica, que variam desde o imaturo até o fim da “janela” de óleo, torna essa região como uma das mais propícias para o estudo dos processos de geração e migração primária do petróleo no Cretáceo Superior. Este trabalho tem a proposta de realizar um estudo organofaciológico através da caracterização geoquímica e analise palinofaciológica das rochas geradoras de petróleo cretáceas do VSM numa seção aflorante (Quebrada Bambuca), objetivando o entendimento do controle exercido pela evolução paleoambiental sobre o potencial gerador e as variações composicionais da matéria orgânica a partir da integração dos dados geoquímicos e palinofaciológicos. Para tanto, foram efetuadas análises organogeoquímicas (Carbono Orgânico Total – COT e pirólise Rock – Eval) e palinofaciológicas (identificação e contagem dos componentes orgânicos particulados do querogênio) em amostras da Formação Tetuan, Grupo Villeta, Bacia do Vale Superior do Magdalena. As rochas dessa formação apresentam um elevado conteúdo orgânico, com valores de COT de até 18,8%. A integração dos resultados geoquímicos e palinofaciológicos indica um querogênio Tipo II, caracterizado pela dominância de matéria orgânica amorfa com Índice de Hidrogênio (IH) de até 548 mgHC/gCOT. Os parâmetros de maturação térmica (Índice de Coloração de Esporos – ICE. Tmáx e IP da pirólise) indicam um baixo grau de maturação térmica para as amostras analisadas. A faciologia orgânica indicou fácies orgânica B para toda a Formação Tetuan que estão geralmente relacionadas a rochas carbonáticas e pelíticas compostas principalmente de matéria orgânica algal e bacteriana depositadas dentro de condições anóxicas. O diagrama ternário com os campos de palinofácies definidos pelos valores percentuais dos três principais grupos da matéria orgânica particulada indicou três paleoambientes a para a formação estudada, o mais freqüente no perfil é o paleoambiente do campo IX que corresponde a um paleoambiente de bacia distal subóxica-anóxica. Também ocorre o campo VIII que corresponde a um paleoambiente de plataforma distal disóxica-óxica e o campo VII que corresponde a um paleoambiente de “plataforma” distal disóxica-anóxica.
Palavras-chave: Formação Tetuan
Organogeoquímico
Palinofácies
Caracterização Paleoambiental
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA
Departamento: Instituto de Geociências
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Jun-2006
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/4188
Aparece nas coleções:Geologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MACEDO NETO, H.P.pdf1,88 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.