Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/4259
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: As diferentes concepções teórico-metodológicas no Serviço Social brasileiro e suas expressões na atualidade
Autor(es)/Inventor(es): Corato, Carmen
Orientador: Coelho, Marilene Aparecida
Resumo: Observa as diferentes concepções teórico-metodológicas no Serviço Social brasileiro e suas expressões na atualidade. O conteúdo ministrado ao longo do curso são pertinentes e indispensáveis para apreensão crítica da totalidade da vida social, e como as mediações são necessárias para analisar e intervir na realidade. E esse entrelaçamento entre a teoria e práxis me instigou a percorrer o caminho da emersão da profissão e quais as concepções teórico-metodológicas que orientou e orienta os assistentes sociais. A metodologia utilizada foi a partir de fontes bibliográficas e pesquisa documental. No primeiro caso, nos valemos da produção teórica que nos permitisse apreender o modo de produção capitalista, até alcançarmos o significado do Serviço Social nas relações sociais capitalistas monopólicas e suas direções teórico-metodológicas, para tanto nos valemos principalmente dos escritos de Marx e Engels (1998, 2009); Marx (1978, 2006,2008); Mandel (1982); Lenin (2008); Harvey (2008); Anderson (1999); Antunes (1999, 1999); Iani (1981, 1984); Coutinho (2000, 2010); Iamamoto (1998, 2009, 2011, 2012); Netto (1994, 1996, 1999, 1999b, 2010, 2011). E na pesquisa documental analisamos uma amostra de cento e quinze comunicações orais apresentadas no XIV Congresso Brasileiro de Assistentes Sociais em 2013, e consideramos os seguintes aspectos: a perspectiva teórico-metodológica anunciada, o movimento de historicização da realidade, a análise crítica da realidade, a apreensão das mediações e contradições, os aspectos metodológicos, a análise das variáveis empíricas, as principais referências teóricas, as relações com o marco legal das políticas sociais, o caráter descritivo da análise em relação ao trabalho profissional, e por fim, a perspectiva teórico-metodológica encontrada no trabalho. No primeiro capítulo fizemos um exercício de apresentar os aspectos elementares do capitalismo; a “questão social” a partir da contradição entre capital e trabalho; as formas de intervenção do Estado sobre as expressões da “questão social”; e a emersão do Serviço Social. No capítulo dois apresentamos o processo de renovação do Serviço Social e os determinantes históricos, sociais e econômicos que o influenciaram, e quais foram as direções ideopolíticas: a perspectiva modernizadora, a reatualização do conservadorismo e a intenção de ruptura. No capítulo três trouxemos os aspectos do capitalismo contemporâneo, o neoliberalismo e os rebatimentos nas direções teórico-metodológicas no Serviço Social, e apontamos alguns elementos que capturamos ao longo da pesquisa, os quais apresentamos elaborados nas considerações finais.
Palavras-chave: Serviço Social
Problemas sociais
Política social
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL::FUNDAMENTOS DO SERVICO SOCIAL
Departamento: Escola de Serviço Social
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 2015
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Citação: CORATO, Carmen. As diferentes concepções teórico-metodológicas no Serviço Social brasileiro e suas expressões na atualidade. 2015. 88 f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Serviço Social) - Escola de Serviço Social, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2015.
URI: http://hdl.handle.net/11422/4259
Aparece nas coleções:Serviço Social

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CCorato.pdf896,9 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.