Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/4286
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMendonça Filho, João Graciano-
dc.contributor.authorChagas, Renata Brenand Alvarenga das-
dc.date.accessioned2018-07-10T14:47:46Z-
dc.date.available2018-07-12T03:00:17Z-
dc.date.issued2009-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/4286-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectFácies Orgânicapt_BR
dc.subjectFormação Tremembépt_BR
dc.subjectBacia de Taubatépt_BR
dc.subjectOligocenopt_BR
dc.titleCaracterização palinofaciológica de uma sucessão sedimentar oligocênica da formação Tremembé, Bacia de Taubatépt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/0961099296657502pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/1711020592249287pt_BR
dc.description.resumoA bacia de Taubaté, de idade Cenozóica (Eoceno-recente) está localizada na porção leste do Estado de São Paulo e pertence ao “Rift Continental do Sudeste do Brasil” (RCSB). A Formação Tremembé (Oligoceno) corresponde a um pacote rochoso composto predominantemente por rochas microclásticas (argilitos, siltitos e folhelhos) aceitas como o registro de um sistema lacustre. O objetivo deste trabalho é a caracterização organofaciológica de uma seqüência sedimentar oligocênica, pertencente à Formação Tremembé. Para tanto, foram utilizadas 30 amostras de uma sucessão sedimentar de aproximadamente 600 m visando caracterizar a associação de componentes do querogênio através de técnicas de microscopia (luz branca transmitida e luz azul/ultravioleta incidente) e geoquímica orgânica (Carbono Orgânico Total-COT). Na sucessão sedimentar estudada observou-se o predomínio de componentes orgânicos particulados do Grupo Palinomorfo, em relação à matéria orgânica total, seguido por componentes da Matéria Orgânica Amorfa (MOA) e do Grupo Fitoclasto. O Grupo Palinomorfo é dominado por algas lacustres de água doce dos gêneros Pediastrum e Botryococcus. Os resultados das análises geoquímicas indicaram teores de COT e Enxofre (ST) apresentando valores de até 44,0% e 1,4% respectivamente. A partir da integração dos resultados obtidos, a sucessão sedimentar analisada apresentou uma variação desde um ambiente lacustre de água doce com regime oxidante até um ambiente lacustre salino restrito com regime de oxigênio disóxico-anóxico.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Geociênciaspt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Geologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CHAGAS, R.B.A.pdf943.14 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.