Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/4296
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Literatura e oralidade: os saraus contemporâneos no Rio de Janeiro como fenônemo de arte e comunicação
Autor(es)/Inventor(es): Silva, Ana Beatriz Rangel Pessanha da
Orientador: Ferraz, Maria Cristina Franco
Resumo: Discute as potências que podem ser forjadas na relação entre literatura e oralidade no contexto contemporâneo, tomando como base o recente fenômeno dos saraus na cidade do Rio de Janeiro. A pesquisa se desenvolve sob duas perspectivas históricas: a poesia oral na Grécia Arcaica e Clássica e os movimentos literários modernos que incluíram a literatura falada em seus projetos artísticos. Ao mesmo tempo, o trabalho busca estabelecer as conexões que a experiência da poesia como manifestação oral no Rio de Janeiro atual realiza com as estéticas das artes contemporâneas e com os suportes midiáticos da comunicação em rede, procurando formular quais seriam as tradições recuperadas e transgressões em desenvolvimento.
Palavras-chave: Literatura
Sarau
Arte
Movimento cultural
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::JORNALISMO E EDITORACAO
Departamento: Escola de Comunicação
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 24-Mai-2014
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Citação: SILVA, Ana Beatriz Rangel Pessanha da. Literatura e oralidade: os saraus contemporâneos no Rio de Janeiro como fenônemo de arte e comunicação. 2014. 50 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Jornalismo) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2014.
URI: http://hdl.handle.net/11422/4296
Aparece nas coleções:Comunicação - Jornalismo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ASilva.pdf606,55 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.