Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/4309
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSilva Junior, Gerson Cardoso da-
dc.contributor.authorSilva, Cynthia Augusto Gonçalves da-
dc.date.accessioned2018-07-12T12:25:21Z-
dc.date.available2018-07-14T03:00:20Z-
dc.date.issued2009-07-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/4309-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectModelagem Hidrogeológicapt_BR
dc.subjectResende-RJpt_BR
dc.subjectGestão de aquíferospt_BR
dc.titleModelagem Matemática de Fluxo do Sistema Hidrogeológico da Bacia Sedimentar de Resende – RJ, software MODFLOWpt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/4103236636522942pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/7894635676582859pt_BR
dc.contributor.referee1Velloso, Raquel Quadros-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5976829577438646pt_BR
dc.contributor.referee2Fernandes, Nelson Ferreira-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/7866419391026105pt_BR
dc.description.resumoA elaboração de um modelo matemático hidrogeológico para o sistema aquífero da Bacia Sedimentar de Resende, como ferramenta para identificação do potencial de utilização da água subterrânea na região, foi o objetivo principal deste trabalho. O intuito foi o de criar de uma metodologia que permitisse avaliar a situação atual e subsidiar adequadamente a gestão dos recursos hídricos subterrâneos na região. Para a conclusão do trabalho foram necessários estudos dos conceitos e fundamentos da modelagem matemática, aplicados aos recursos hídricos através de revisões bibliográficas. Complementarmente, foi realizada uma ampla discussão sobre a questão da Gestão de Recursos Hídricos no Brasil e no Mundo, sobre os resultados já alcançados e os desafios a serem vencidos. Simulações envolvendo o balanço hídrico e padrões de fluxo na bacia, mapas potenciométricos e seções hidroestratigráficas foram obtidos como resultado da modelagem e são apresentadas no capítulo correspondente da monografia. O exercício da modelagem representa uma ferramenta formidável para o ganho de conhecimento hidrogeológico sobre uma determinada área, fazendo o modelista “pensar” o aquífero de um modo profundo e detalhado O ajuste dos dados disponíveis obtidos em campo com os resultados do modelo não é muito bom, mas isso põe em relevo as deficiências na base de dados antes que problemas na modelagem. O presente trabalho foi realizado utilizando dados de um amplo projeto de pesquisa, o Projeto MODESTHI – Modelagem Estratigráfica de Reservatórios Terrígenos, realizado na Bacia Sedimentar de Resende, localizada no extremo oeste do Estado do Rio de Janeiro, cujo crescimento econômico tem levado a uma explotação sem um controle adequado dos recursos hídricos subterrâneos da bacia.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Geociênciaspt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Geologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SILVA, C.A.G.pdf766,49 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.