Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/4349
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Determinação e correlação dos parâmetros elásticos estáticos e dinâmicos de rochas a partir de ensaios simultâneos de compressão simples e ultrassônicos
Autor(es)/Inventor(es): Mello, Amanda Martins Souza de
Orientador: Barroso, Emilio Velloso
Coorientador: Borges, Andrea Ferreira
Resumo: As informações geomecânicas têm vasta aplicação na indústria do petróleo, tanto na exploração quanto na produção. Estudos de fraturamento hidráulico, análise de estabilidade de poços, previsão da produção de areia e avaliação de dano mecânico de reservatórios são alguns exemplos de questões de mecânica das rochas relacionados com o petróleo. Sabe-se que as velocidades das ondas elásticas podem ser medidas em laboratório e que estas dependem da densidade da rocha, coeficiente de Poisson e módulo de elasticidade. Um ensaio de laboratório pode ser realizado propagando ondas elásticas primarias (ou compressionais) e secundárias (ou cisalhantes) através de testemunhos de rochas a partir de um pulso ultra-sônico, simultaneamente à compressão. Esse tipo de ensaio possibilita calcular as propriedades elásticas dinâmicas e estáticas da rocha. A obtenção de relações entre as propriedades elásticas estáticas e dinâmicas é uma tarefa de grande importância, pois possibilita que registros sísmicos de perfilagem sejam utilizados em projetos de engenharia. Deve ser lembrado o quão caro são testemunhos para a indústria do petróleo e que os ensaios geomecânicos são destrutivos e consomem tempo. Alguns dados prévios mostram que parâmetros elásticos dinâmicos são consideravelmente mais elevados que aqueles determinados em ensaios quase-estáticos. Franklin & Dusseault (1989) e Goodman (1989) apresentaram valores para os parâmetros elásticos dinâmicos podendo chegar a 10 vezes mais altos que os estáticos, enquanto Bloch et al. (1994) constatou valores máximos de três. O foco principal desse trabalho é a obtenção de relações de propriedades elásticas dinâmicas e estáticas. Um equipamento experimental desenvolvido especialmente para esse estudo foi construído no Centro de Pesquisas da Petrobrás. Seis rochas ígneas, uma metamórfica e uma sedimentar foram testadas e dados preliminares mostram relações entre os módulos de elasticidade dinâmico-estáticos com valores variando de 0,9 a 3,0 com uma média de valores de aproximadamente 1,7. Problemas relacionados com a observação precisa do tempo de trânsito das ondas cisalhantes produziram uma enorme dispersão no coeficiente de Poisson. Devido a esse problema não é seguro estabelecer nenhuma relação para os coeficientes de Poisson dinâmicos e estáticos.
Palavras-chave: Propriedades elásticas
Módulo de elasticidade
Coeficiente de Poisson
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA
Departamento: Instituto de Geociências
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Jan-2009
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/4349
Aparece nas coleções:Geologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MELLO, A.M.S.pdf588,94 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.