Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/4404
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: O Sistema de Regulação de vagas do SUS: garantia de acesso ou burocratização dos serviços?
Autor(es)/Inventor(es): Silva, Edgard Lima da
Dutra, Karla Carolina dos Santos
Orientador: Rangel, Angela Maria Hygino
Resumo: Análise sobre como as políticas de saúde foram sendo configuradas, a partir das deliberações aprovadas pelos delegados participantes das Conferências Nacionais de Saúde, contribuindo assim para a efetivação do acesso à saúde pública gratuita para a população. O interesse pelo tema surgiu durante as aulas da disciplina Orientação e Treinamento Profissional quando a questão do funcionamento do Sistema de Regulação de Vagas (SISREG) era frequentemente mencionada em classe como problemática, à medida que as filas de pessoas em busca de atendimento se acumulavam agora no sistema, criando o que podemos designar como uma “fila no sistema computacional”. O SISREG foi criado com o objetivo de promover um maior controle da marcação de vagas ao qual pudesse ser acessado por diferentes profissionais em todas as unidades de saúde do país. Para realização do presente trabalho apresentamos inicialmente uma contextualização histórica das Políticas de Saúde, objetivando esclarecer ao leitor seus avanços, até tomar a forma como se apresenta hoje. Para tanto, selecionamos as Conferências Nacionais de Saúde (CNS) a partir do momento em que a questão do acesso configura-se como um dos temas centrais, fato este que ocorreu inicialmente na XI CNS. A partir de então, a temática adquire diversos significados, todos para além do atendimento médico recebido e em consonância com o conceito ampliado de Saúde definido na VIII CNS. Assim prosseguimos por uma pesquisa documental, quanto então analisamos os relatórios das XI a XIV CNS, destacando particularmente os diferentes significados que os delegados, com direito a voz e voto, atribuíam à questão do acesso. Acreditamos que a ferramenta não se configura como mais um obstáculo burocrático que atrapalhe o acesso aos serviços, ao mesmo tempo em que sozinha não garante o acesso às vagas. O SISREG foi sem dúvida um avanço para a regulação das vagas nas diferentes unidades de saúde, mas esse sistema precisa de uma maior estrutura, com maior número de vagas, que suporte à grande demanda de atendimento à população.
Palavras-chave: Política de saúde
Saúde pública
Atenção à saúde
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL::SERVICO SOCIAL APLICADO::SERVICO SOCIAL DA SAUDE
Departamento: Escola de Serviço Social
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 2015
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Citação: SILVA, Edgard Lima da; DUTRA, Karla Carolina dos Santos. O Sistema de Regulação de vagas do SUS: garantia de acesso ou burocratização dos serviços? 2015. 62 f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Serviço Social) - Escola de Serviço Social, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2015.
URI: http://hdl.handle.net/11422/4404
Aparece nas coleções:Serviço Social

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
SILVA e DUTRA.pdf834,91 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.