Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/4420
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorRibeiro, André-
dc.contributor.authorNascimento, Débora Barros-
dc.date.accessioned2018-08-07T17:22:44Z-
dc.date.available2018-08-09T03:00:29Z-
dc.date.issued2010-01-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/4420-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectGeologia estruturalpt_BR
dc.subjectEstratigrafiapt_BR
dc.subjectSequência Damarapt_BR
dc.subjectNeoproterozóicopt_BR
dc.subjectNamíbiapt_BR
dc.titleGeologia estrutural e estratigrafia dos Domos Donuts, Sequência Damara, Neoproterozóico, Namíbiapt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/0217055111543883pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/3490111053116218pt_BR
dc.contributor.advisorCo1Trouw, Rudolph Allard Johannes-
dc.contributor.advisorCo1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6311422476235499pt_BR
dc.contributor.referee1Schmitt, Renata da Silva-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/2313290767284040pt_BR
dc.contributor.referee2Matos, Gabriel Corrêa de-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/2843807110351791pt_BR
dc.description.resumoOs Domos Donuts são duas estruturas dômicas no noroeste da Namíbia, constituídas por uma espessa sucessão metassedimentar neoproterozóica da Sequência Damara. O mapeamento geológico destas estruturas mostrou um padrão de redobramento do tipo domos e bacias, porém com forma elíptica, gerado por dobras de escala quilométrica de duas fases de deformação. A primeira fase foi um encurtamento norte-sul e, a segunda, um encurtamento leste-oeste. A principal foliação é uma clivagem ardosiana plano axial, contemporânea à primeira fase e ao metamorfismo de fácies xisto verde, zona da biotita. Existe ainda uma terceira fase de deformação pouco expressiva, que reflete um encurtamento norte-sul. As principais litofácies que constituem as sucessões dos domos são debritos, turbiditos clássicos e pelitos distribuídos em cinco unidades de mapeamento, duas siliciclásticas e três carbonáticas. Estas unidades são interpretadas como depósitos de talude e leque submarino proximal. Uma delas contém fácies de águas rasas com estromatólitos e oólitos, interpretada como olistolitos e olistostromas gerados por deslizamentos desde uma plataforma carbonática. A alternância de unidades siliciclásticas e carbonáticas de mar fundo deve refletir períodos de abatimento de blocos e consequente mar alto relativo com formação de plataformas carbonáticas. Empurradas sobre as unidades dos domos ocorrem outras duas unidades siliciclásticas interpretadas como depósitos de leque médio a distal.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Geociênciaspt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Geologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
NASCIMENTO, D.B.pdf5,35 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.