Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/4422
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSeoane, José Carlos Sícoli-
dc.contributor.authorSavastano, Vitor Lamy Mesiano-
dc.date.accessioned2018-08-07T17:39:59Z-
dc.date.available2018-08-09T03:00:29Z-
dc.date.issued2010-10-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/4422-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectPetrografiapt_BR
dc.subjectAlterações hidrotermaispt_BR
dc.subjectGeoprocessamentopt_BR
dc.subjectProvíncia Mineral de Carajás - PApt_BR
dc.titleAnálise Petrográfica de alvos identificados por sensoriamento remoto na Província Mineral de Carajás - PA, passíveis da presença de minerais típicos de alteração hidrotermaispt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/5256359048551589pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/9125988236130160pt_BR
dc.contributor.advisorCo1Ávila , Ciro Alexandre-
dc.contributor.advisorCo1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1281397426132157pt_BR
dc.contributor.referee1Santos, Paulo Roberto Alves dos-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/7647178809851001pt_BR
dc.description.resumoNo mapeamento geológico de jazidas minerais, a integração de dados adquiridos por geoprocessamento com observações de campo e análise laboratorial são de suma importância para que se chegue à verdadeira natureza da geologia local e regional da área de interesse. O presente trabalho é parte de um estudo realizado na Província Mineral de Carajás, estado do Pará, Brasil. Neste estudo, delimitaram-se áreas de exploração mineral potenciais de Cu e Au, onde minerais indicativos de processos hidrotermais foram reconhecidos através de imagens ASTER e Ikonos. Cerca de 30 anomalias foram delimitadas e visitadas em campo, onde amostras foram coletadas. Destas amostras, nove foram selecionadas para análise petrográfica a fim confirmar a presença destes minerais indicativos, representativas de seis diferentes anomalias, sendo este o objeto de estudo deste trabalho. Os minerais indicativos são: marialita, uma Na-escapolita, e albita (alteração sódica), actinolita e epidoto (alteração sódico-cálcica), biotita (alteração potássica) e clorita (cloritização). Dentre eles estão a albita (alteração sódica) presente nas amostras da anomalia 50 e 83; epidoto (alteração sódico-cálcica) e biotita (alteração potássica) presentes nas amostras da anomalia 50 e 79, e clorita (cloritização) presente nas amostras das anomalias 38, 50, 79, 83 e 122.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Geociênciaspt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Geologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SAVASTANO, V.pdf2,71 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.