Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/4436
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCoelho, José Mário-
dc.contributor.authorLima, Leonardo Alves Montes de-
dc.date.accessioned2018-08-09T14:13:59Z-
dc.date.available2018-08-11T03:00:18Z-
dc.date.issued2011-06-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/4436-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectCalcáriopt_BR
dc.subjectCimentopt_BR
dc.subjectCalcário Agrícolapt_BR
dc.subjectRio de Janeiropt_BR
dc.titleProdução de Calcário no Estado do Rio de Janeiropt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/3717826330415888pt_BR
dc.contributor.referee1Almeida, Cícera Neysi de-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0878609222243870pt_BR
dc.contributor.referee2Calaes, Gilberto Dias-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/7073273553370011pt_BR
dc.description.resumoAs rochas calcárias têm ampla variedade de aplicações, podendo ser utilizadas como rochas fonte na obtenção de material para agregados, blocos para a indústria de construção civil, indústria de vidro, siderúrgica, cal, cimento, rochas ornamentais, corretivos de solos, entre outros. Este trabalho apresenta um levantamento das reservas e da produção de calcário no Estado do Rio de Janeiro. Foi realizada uma pesquisa bibliográfica referente à geologia regional fluminense e nos locais onde as principais reservas de calcário estão localizadas. O Rio de Janeiro possui as seguintes reservas de calcário: reservas medidas- 1.997.926.229t, reservas indicadas- 523.867.797t, reservas inferidas- 52.860.005t e reservas lavráveis- 2.094.784.156t. Estes números deverão ser ampliados com as pesquisas que estão em andamento nos diversos requerimentos e autorizações de pesquisa. A principal aplicação do calcário no Estado do Rio de Janeiro é na produção de cimento. O Estado do Rio de Janeiro possui no total oito fábricas cimenteiras, sendo três integradas e cinco moageiras, que produziram, em 2009, um total de 3.160.000 toneladas, sendo o seu consumo de 3.285.000 toneladas, mostrando assim um déficit de 125.000 toneladas.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Geociênciaspt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Geologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LIMA, L.A.M.pdf353.42 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.