Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/4477
Type: Dissertação
Title: Estudo do desenvolvimento extra-uterino de Didelphis aurita Wied, 1826, em cativeiro: investigação de critérios para estimativa de idade
Author(s)/Inventor(s): Motta, Maria de Fátima Dezonne
Advisor: Cerqueira, Rui
Abstract: O crescimento e desenvolvimento de 37 ninhadas de Dídelphis aurita foram estudadas objetivando estabelecer um método para estimativa de idade. O grupo em estudo constitui-se de 11 ninhadas nascidas de fêmeas criadas em cativeiro e 26 ninhadas capturadas no marsupio de fêmeas provindas do Estado do Rio de Janeiro, Brasil, e mantidas em cativeiro. Periodicamente foram registradas medidas de corpo, cauda e peso junto com observações sequenciais de caracteres externos selecionados, durante um ano de vida, em animais vivos. O ciclo de vida desses animais foi dividido em três períodos: a vida no marsúpio (1-100 dias), desmamados (100-150 dias) e puberdade (depois de 150 dias). Para as duas amostras foram estabelecidas nove classes dentarias baseadas no tempo de erupção dos molares e troca do terceiro premolar. Não foram evidenciadas nítidas diferenças no crescimento de machos e fêmeas nas diferentes classes dentarias, porém os machos da classe VI têm suas medidas significativamente maiores do que as fêmeas. A sequência de erupção dentaria foi a ·mesma observada entre os animais de campo e cativeiro, sugerindo. que as condições ambientais tiveram um pequeno ou nenhum efeito sobre o desenvolvimento dentário. Entre os espécimes de idade conhecida, o estudo do peso demonstrou que é o parâmetro de maior variação individual, não sendo um bom índice para estimativa de idade. Baseando-se em variáveis selec1onadas, calculou-se uma equação de regressão múltipla escalonada para estimativa idade. Usando esta equação em uma amostra randômica, o erro padrão verificado foi de 8 dias. A aplicação desta equação só é possível a partir dos 18 dias de idade.
Abstract: The growth and development of 37 litters of Didelphis aurita were studied in order to establish a method for age estimation. The sample included 11 litters of captive females and 26 litters captured as pouch young in the State of Rio de Janeiro, Brazil, which were subsequently reared in captivity. Serial measurements of body (snout-rump) and tail lenghts and weight, together with sequential observations of development of selected external characters, were made from the first day to one year of age. The life cycle was divided into three periods: pouch life (1-100 days); weaning (100-150 days) and puberty period (150 days on). Nine dental classes were assigned to all spec1mens based on the time of molar erupt1on and replacement of third -premolar. No clear sex differences were observed regarding dental eruption sequences, but in males of Class VI body and tail lengths and weights were significantly greater than in females. Dental eruptlon sequence did not differ between captive and wild caught animals,suggesing tnat env1ronmental conditions had little or no effect on dental development. The study of weight var1ation using individuals of known age, demonstrated that its is not a good age indicator because of high variance. An empirical multiple regression equation was calculated for age estimation using the selected variables. The standard error using random samples was within eight days. Only animals older than 18 days can nave their age assessed by this equation.
Keywords: Didelphis aurita
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA::FISIOLOGIA DOS GRUPOS RECENTES
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas (Zoologia)
Production unit: Museu Nacional
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: 1988
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Appears in Collections:Zoologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
200926.pdf4,96 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.