Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/4652
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBongiolo, Everton Marques-
dc.contributor.authorRamsauer, Renan Canellas-
dc.date.accessioned2018-08-24T14:28:27Z-
dc.date.available2018-08-26T03:00:15Z-
dc.date.issued2012-01-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/4652-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectFormações Ferríferas Bandadaspt_BR
dc.subjectRocha Ultramáficapt_BR
dc.subjectMapeamentopt_BR
dc.subjectPetrografiapt_BR
dc.subjectCinturão Mineiropt_BR
dc.subjectCráton São Franciscopt_BR
dc.titleMapeamento geológico de formações ferríferas e rochas ultramáficas a oeste da cidade de São Tiago, Minas Geraispt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/7782253195806070pt_BR
dc.contributor.advisorCo1Ávila , Ciro Alexandre-
dc.contributor.advisorCo1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1281397426132157pt_BR
dc.contributor.referee1Pereira, Ronaldo Mello-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1543325758392328pt_BR
dc.contributor.referee2Medeiros, Silvia Regina de-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/7464673635442663pt_BR
dc.description.resumoNa região á leste da cidade de São Tiago (Minas Gerais) foi realizado mapeamento geológico na escala 1:25.000 de cerca de 16 Km², envolvendo principalmente as Formações Ferríferas Bandadas intercaladas com rochas ultramáficas, depositadas sobre gnaisses. Em termos gerais, a Formação Ferrífera apresentada no trabalho é composta por alternância de sílica e oxido de Ferro, que foi caracterizada em escala de mapa, em afloramento e no estudo petrográfico. Esta rocha localmente contém óxido de manganês denominado em campo de Gondito associado, e rocha ultramáfica intercalada. A rocha ultramáfica presente compreende corpos vulcânicos de granulação média a grossa com textura variando de equigranular a inequigranular seriada. Este conjunto é composto essencialmente de clinopiroxênio, olivina e magnetita, raro anfibólio fibroso, interpretado como borda de reação de piroxênio e olivina. Esta rocha é classificada como wehrlito e teria se formado em ambiente extensional. Em termos de contexto tectônico, propõe-se que a evolução da borda meridional do cráton do São Francisco na região estudada envolveria um rifteamento, com exumação mantélica. Neste sentido o ambiente geotectônico da área estudada corresponderia a um greenstone belt, e não a uma extensão da paleoplataforma da Formação Ferrífera encontrada na Formação Cauê do Grupo Itabira no Quadrilátero Ferrífero.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Geociênciaspt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Geologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RAMSAUER, R.C.pdf2,82 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.