Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/4671
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorFerraz, João Carlos-
dc.contributor.authorLobo, Luana Andrade-
dc.date.accessioned2018-08-27T13:50:01Z-
dc.date.available2018-08-29T03:00:19Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/4671-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectInovaçãopt_BR
dc.subjectAdministração estrategicapt_BR
dc.subjectIndústria de bebidaspt_BR
dc.subjectCoca-Cola Companypt_BR
dc.titleEstratégia de inovação e o modelo demand-pull: uma análise do caso de redução de açúcar da Coca-colapt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/9602988126832697pt_BR
dc.description.resumoAnalisa a estratégia de inovação de redução de açúcar dos produtos do portfólio da empresa Coca-Cola, através de sua substituição por outros meios de adoçamento. Essa análise será feita à luz do modelo demand-pull, visto que a estratégia de inovação em questão parece ter como fator indutor a própria demanda, sendo uma resposta às tendências de saudabilidade e nutrição. Com esse movimento, que traz mudanças significativas em termos dos hábitos alimentares dos consumidores, a indústria de alimentos e bebidas se reposiciona para atender às novas tendências.Para a análise do estudo de caso e de seus resultados para a posição competitiva da CocaCola, utiliza-se o arcabouço conceitual da literatura econômica de corte schumpeteriano sobre inovação. Essa base permite explorar a natureza, a intensidade e os impactos da estratégia de inovação de uma empresa; bem como o papel da demanda enquanto fator indutor; as capacidades necessárias para tal; e a sua interação com a estratégia do negócio. Foi constatado que, no que tange o impacto dessa estratégia de inovação para a posição competitiva da Coca-Cola, a empresa assume na indústria o tema da saudabilidade, amplificando essa tendência e aproximando-se dos consumidores. Além disso, através de produtos mais saudáveis e de novas categorias de bebidas que endereçam outras funcionalidades, a Coca-Cola tenta oferecer propostas de valor diferentes que endereçam um público maior de consumidores, permitindo a exploração de novos mercados.Dessa forma, conclui-se nesse trabalho que a estratégia de inovação em questão relaciona-se ao modelo indutor de inovações demand-pull, colocando as necessidades do consumidor no centro dos objetivos da empresa. Assim, a partir do reconhecimento da tendência de saudabilidade e da construção de capacidades dinâmicas para o desenvolvimento de novos produtos, a empresa se prepara para assegurar sua posição concorrencial no futuro.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Economiapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::ECONOMIA INDUSTRIAL::MUDANCA TECNOLOGICApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LALobo.pdf896,82 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.