Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/4683
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: A contraposição de duas abordagens do crescimento econômico chinês no período pós-reformas
Autor(es)/Inventor(es): Fernandes, Raphael Pinto
Orientador: Paula, Ana Cristina Reif de
Resumo: Analisa, sob diferentes perspectivas teóricas, o fenômeno do crescimento econômico chinês no período pós-reformas, inicializadas em 1978. Para avaliar o caso chinês, foram escolhidas a visão do mainstream ortodoxo e uma visão heterodoxa que confere maior destaque para a importância do papel ativo do Estado para a sustentação do crescimento. Desta forma, tenta-se entender quais foram as variáveis responsáveis pelo intenso desenvolvimento chinês e quais os efeitos provocados pelas reformas sobre a estrutura econômica chinesa e a evolução dos componentes da demanda agregada, a partir dos enfoques de cada corrente teórica. Analisa-se brevemente o controverso debate heterodoxo da desaceleração econômica e qual a compatibilidade entre o modelo do Supermultiplicador de Sraffa e as interpretações apresentadas. De forma análoga, estuda-se a desaceleração recente e o alinhamento da teoria com as interpretações mostradas tendo em vista o referencial teórico ortodoxo do crescimento econômico.
Palavras-chave: Desenvolvimento econômico
Política econômica
China
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::CRESCIMENTO, FLUTUACOES E PLANEJAMENTO ECONOMICO
Departamento: Instituto de Economia
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 2018
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/4683
Aparece nas coleções:Ciências Econômicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
RPFernades.pdf495,8 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.