Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/4732
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCosta, José Albuquerque da-
dc.contributor.authorSampaio, Daniel Corrêa-
dc.date.accessioned2018-08-29T19:37:24Z-
dc.date.available2018-08-31T03:00:16Z-
dc.date.issued2009-06-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/4732-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectRecursos Humanospt_BR
dc.subjectAuditoriapt_BR
dc.subjectConsultores de empresaspt_BR
dc.titleO futuro da gestão de pessoas nas empresas de auditoria e consultoriapt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.description.resumoEstuda o atual cenário, e os possíveis cenários futuros, da área de recursos humanos no mundo corporativo, mais especificamente em relação à gestão de pessoas, dentro das empresas de consultoria e auditoria, que são hoje grandes empregadoras e formadoras de executivos, que comumente tornam-se grandes diretores de multinacionais ou sócios da própria empresa de consultoria, transformando-se em referência num determinado tema no mercado de trabalho. Inspirado em uma pesquisa realizada por umas das maiores empresas de auditoria e consultoria no mundo, que motivados pela constante discussão sobre o futuro da gestão pessoas, devido a realidades como a crise de talentos, o envelhecimento da população no mundo ocidental, o aumento da mobilidade global dos trabalhadores e as questões organizacionais e culturais desencadeadas pelas mudanças dramáticas nos negócios ocorridas na última década chegaram à criação de três mundos possíveis em 2020, que vão determinar como as empresas irão agir e como será a dinâmica no trabalho. É importante ressaltar que esses mundos criados não só dizem respeito à vida dentro das empresas, mas também ao dia-a-dia da sociedade de um modo geral. A gestão de pessoas será um dos maiores desafios do negócio, com as empresas precisando lidar hoje com a realidade de escassez de talentos, dificuldade de conduzir e gerências pessoas em processos de mudança e, ainda, criação de uma força de trabalho efetiva. Até 2020, a mudança radical nos modelos de negócios acarretará novos desafios que serão enfrentados pelas empresas. O papel da área de Recursos Humanos passará por mudanças fundamentais. Ele tem sido visto por muitos como um prestador de serviço passivo, mas, considerando o ambiente futuro de trabalho e de negócios, é possível acreditar que o RH está numa encruzilhada. A intenção de utilizar a pesquisa cita acima é, através da descrição do atual cotidiano e realidade vivida nas quatro maiores empresas de auditoria e consultoria do mundo, as chamadas Big Four, definir para quais dos três mundos elaborados por ela esses empresas estão se encaminhando. Para isso, o capítulo quatro desse trabalho descreve como funciona a dinâmica de trabalho nessas empresas, através da minha própria vivência de quase dois anos em uma delas, período no qual tive a oportunidade de conviver com pessoas que trabalham 5 nesse ramo há bastante tempo, e que inclusive já passaram por diversas empresas do setor, podendo assim fazer uma avaliação bastante abrangente sobre a dinâmica desse trabalho.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Administração e Ciências Contábeispt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO:: ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS::ADMINISTRACAO DE RECURSOS HUMANOSpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monografia Daniel Sampaio.pdf381.81 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.