Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/4777
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCoelho, José Mário-
dc.contributor.authorValente, Gabriel Fontoura-
dc.date.accessioned2018-08-31T16:32:18Z-
dc.date.available2018-09-02T03:00:19Z-
dc.date.issued2013-07-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/4777-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectFertilizantespt_BR
dc.subjectPotássiopt_BR
dc.subjectFosfatopt_BR
dc.titleCenário brasileiro dos minerais para fertilizantes: potássio, fosfato e enxofre; presente e futuropt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/3717826330415888pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/9983402379433545pt_BR
dc.contributor.referee1Luz, Adão Benvindo da-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/8227973183586016pt_BR
dc.contributor.referee2Calaes, Gilberto Dias-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/7073273553370011pt_BR
dc.description.resumoO Brasil é uma grande potência mineral, com alta capacidade de produção e exportação de diversos minérios, tais como ferro, cobre, nióbio, entre outros. Porém existe uma grande demanda do mercado interno agrícola por minerais usados na indústria de fertilizantes, principalmente potássio, além de outros como fosfato e enxofre. Acompanhando o crescimento da população, a demanda mundial por alimentos aumenta de forma que fertilizantes mais eficientes são necessários, em conjunto com o conhecimento em como utiliza-los, tornando-se uma necessidade fundamental para diversos países. O Brasil possui grandes reservas de potássio e fosfato (podendo ser autossuficiente em P e K) para serem explotadas, porém esbarra em empecilhos como alto custo dos métodos necessários para o aproveitamento desses minerais (principalmente potássio), falta de investimentos suficientes, infraestrutura adequada, etc. Ganha força a necessidade de investimentos em minerais alternativos, talvez não para suprir toda a demanda necessária, mas ao menos uma parte dela. O Plano Nacional de Mineração 2030 estabelece quatro cenários de futuro para a mineração brasileira, onde o “A” seria considerado mais ideal e o “D” menos ideal, com o país caminhando para um cenário intermediário entre “A” e “B”. A perspectiva futura da mineração brasileira é muito promissora, inclusive para os minerais usados na indústria de fertilizantes que hoje não são suficientes. Para que isto se torne realidade, ainda é preciso uma série de melhorias e avanços, tanto no campo acadêmico de conhecimento e educação, como no de infraestrutura, visando ao funcionamento em si dos serviços, como transporte, entre outros.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Geociênciaspt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Geologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VALENTE, G.F.pdf533,18 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.