Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/4831
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorRocha, Paula Lucia Ferrucio da-
dc.contributor.authorCosta, Marta Teixeira da-
dc.date.accessioned2018-09-04T12:14:28Z-
dc.date.available2018-09-06T03:00:15Z-
dc.date.issued2002-09-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/4831-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectRadar de penetração no solopt_BR
dc.subjectRe-processamento de dados geofísicospt_BR
dc.titleRe-processamento comparativo entre os modos "focus" e "gradix" para dados de GPR (Radar de penetração no solo)pt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/9543318941665732pt_BR
dc.contributor.advisorCo1Cezar, Glória da Silva-
dc.description.resumoEm prospecção geofísica é muito importante o tratamento dos dados para uma melhor visualização do objeto de investigação. Neste trabalho foi realizado um estudo visando otimizar as etapas de um processamento para dados de GPR – radar de penetração no solo. Os dados processados foram adquiridos em um estudo realizado em Araruama na região dos Lagos – RJ, que visava identificar artefatos arqueológicos da cultura Tupinambá que estavam em subsuperfície. Além disto o trabalho original visava contribuir para a difusão do uso do GPR, na caracterização de alvos subterrâneos localizados em pequenas profundidades como vestígios arqueológicos. O GPR é um método de prospecção geofísica baseado em ondas eletromagnéticas com alta freqüência que apresenta crescente aplicabilidade em diversas áreas devido a sua praticidade e qualidade dos dados, cujo custo de aquisição é relativamente baixo. O processamento dos dados é usado para retirar os efeitos causados por fontes externas (o próprio equipamento, construções locais, linhas de transmissão de energia, etc), para melhorar a interpretação. Com o processamento se obtém imagens mais definidas do que as obtidas a partir de dados tipicamente brutos. O objetivo deste trabalho foi processar dados utilizando o GRADIX®, “software” específico para processamento de dados de GPR. Estes dados originalmente foram processados com outro “software” utilizado para dados sísmicos, FOCUS®. Neste trabalho o novo processamento visava definir outros parâmetros que ajudassem a identificar melhor não apenas os objetos arqueológicos, mas também outras possíveis feições tais como tubulações. Foram testadas várias ferramentas definindo-se um fluxograma padrão para o processamento a partir do qual obteve-se os melhores resultados. O processamento consistiu basicamente na utilização de filtros para retirada de ruídos e aplicação de ganhos para realçar o sinal. Os resultados são similares aos obtidos no primeiro processamento podendo-se, entretanto, destacar que as imagens ficaram mais nítidas, isto é, com uma significativa redução dos ruídos de fundo.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Geociênciaspt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Geologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
COSTA, M.T.pdf11,87 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.