Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/4896
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBastian, Eduardo Figueiredo-
dc.contributor.authorHallot, Victoria-
dc.date.accessioned2018-09-05T20:44:07Z-
dc.date.available2018-09-07T03:00:11Z-
dc.date.issued2017-03-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/4896-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectInflação - Brasilpt_BR
dc.subjectPolítica monetária brasileirapt_BR
dc.subjectMacroeconomia -Brasilpt_BR
dc.subjectPolítica econômicapt_BR
dc.titleRegime de metas de inflação e a continuidade da política monetária do Brasil em 2004 e em 2011pt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/3602965161433193pt_BR
dc.description.resumoO Regime de Metas de Inflação tem guiado a política monetária brasileira nos últimos 18 anos. O objetivo deste trabalho é avaliar se houve uma continuidade na condução da política monetária em conformidade com este regime, mesmo com a mudança Presidencial e do presidente do Banco Central Brasileiro em 2011. Inicialmente o trabalho aborda uma investigação da evolução das diferentes teorias de política monetária, até chegar na elaboração do regime de metas inflacionárias como instrumento para a condução da política monetária. Em seguida, o estudo analisa o contexto macroeconômico do Brasil em 2004, ano em que a decisão de aumentar a taxa básica de juros mostrou a importância dada pelo Banco Central Brasileiro ao Regime de Metas de Inflação e seus fundamentos. Finalmente, para avaliar se houve continuidade na administração do regime monetário, o trabalho elabora um resumo da conjuntura macroeconômica do Brasil em 2011, após a mudança presidencial da República e do Banco Central Brasileiro. Em agosto de 2011, apesar das incertezas internas e externa, o Banco Central decide diminuir a taxa básica de juros, causando polêmica entre os economistas da época. O trabalho estabelece que esta decisão marca, na realidade, o início da implementação da Nova Matriz Macroeconômica, que se revelou uma ruptura na condução da política econômica e monetária deixando de guiar-se apenas pelo Regime de Metas de Inflação.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Economiapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADASpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
107409256_Victoria_Hallot.pdf1.88 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.