Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/492
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBastos, Maria Teresa Ferreira-
dc.contributor.authorEsteves, Patrícia Rodrigues-
dc.date.accessioned2016-06-16T19:07:41Z-
dc.date.available2016-06-18T03:00:15Z-
dc.date.issued2012-07-15-
dc.identifier.citationESTEVES, Patrícia Rodrigues. Teatro de Sombras: complexidade narrativa e acessibilidade no livro ilustrado. 2012. 67f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Produção Editorial) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2012.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/492-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectProdução editorialpt_BR
dc.subjectLivro ilustradopt_BR
dc.subjectAcessibilidadept_BR
dc.subjectComplexidade narrativapt_BR
dc.titleTeatro de sombras: complexidade narrativa e acessibilidade no livro ilustradopt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/8226265096151988pt_BR
dc.contributor.referee1Fragozo, Fernando Antonio Soares-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/8778872217181908pt_BR
dc.contributor.referee2Feijó, Mário-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/5152972526429719pt_BR
dc.description.resumoO trabalho aborda a relação entre texto e imagem no livro ilustrado, a partir das paridades e dissonâncias entre essas duas linguagens, e como seus modos de organização relativos ao suporte colaboram com a função narrativa de modo expressivo. Observa-se que a complexidade narrativa emerge da mistura dessas linguagens e é potencializada pelas elipses criadas nessa coexistência. Valendo-se disso, o leitor conquista alto grau de participação subjetiva na experiência de leitura. O livro ilustrado é, então, comparado à sombra de um objeto: enquanto o limite da borda anuncia a forma, resta imaginar o que seria o projetado. A partir desse vislumbre, procurou-se entender como o aspecto interativo do uso da imaginação seria um fator determinante de acessibilidade, através do qual o livro ilustrado suprime as barreiras que delimitam sua audiência, inclusive as etárias.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Comunicaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::JORNALISMO E EDITORACAOpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Comunicação - Produção editorial

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PREsteves.pdf1,31 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.