Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/4944
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCoutinho, Eduardo Granja-
dc.contributor.authorAzevedo Junior, Darlan-
dc.date.accessioned2018-09-11T20:06:19Z-
dc.date.available2018-09-13T03:00:09Z-
dc.date.issued2014-12-12-
dc.identifier.citationAZEVEDO JUNIOR, Darlan. Discursos de ódio na mídia: um estudo de caso sobre os justiceiros do Flamengo. 2014. 64 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Jornalismo) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2014.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/4944-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectDiscriminaçãopt_BR
dc.subjectViolência urbanapt_BR
dc.subjectJusticeirospt_BR
dc.titleDiscursos de ódio na mídia: um estudo de caso sobre os justiceiros do Flamengopt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/2650649315934001pt_BR
dc.contributor.referee1Oneto, Paulo Guilherme Domenech-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4750115014056366pt_BR
dc.contributor.referee2Strozenberg, Ilana-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/0352176322106482pt_BR
dc.description.resumoDemonstra como o discurso conservador vem ganhando força no Brasil disseminado pelos grandes veículos impressos de comunicação, a partir da análise de episódios de grande relevância para a mídia, em especial o caso ocorrido no Flamengo, zona sul do Rio de Janeiro, em que moradores de classe média da região, autointitulados justiceiros, espancaram e amarraram a um poste um jovem negro que supostamente teria cometido assaltos no bairro. Em São Paulo, a repressão aos rolezinhos, encontro de jovens da periferia nos grandes shoppings centers da cidade, é outro exemplo da criminalização das classes mais baixas. Esses episódios comprovam como o discurso de ódio proveniente da divisão da sociedade em classes está cada vez mais radicalizado. Em seu amparo encontra-se a grande imprensa, que através do seu poder de criação de consensos impõe uma lógica conservadora de manutenção da ordem por meio de um Estado ainda mais punitivo e dissemina o medo como mobilizador de todas as classes sociais no combate com rigor a violência.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Comunicaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::JORNALISMO E EDITORACAOpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Comunicação - Jornalismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DAzevedo Jr.pdf562,85 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.