Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/4981
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBraga, Marco Antonio da Silva-
dc.contributor.authorPassos, Felipe Vasconcelos dos-
dc.date.accessioned2018-09-13T14:25:09Z-
dc.date.available2018-09-15T03:00:13Z-
dc.date.issued2018-01-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/4981-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectEletrofáciespt_BR
dc.subjectDevonianopt_BR
dc.subjectBacia do Paranápt_BR
dc.titleModelagem de eletrofácies do intervalo devoniano do Poço 2-TB-1-PR, Borda Leste da Bacia do Paranápt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/3929348796648950pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/8702218591908590pt_BR
dc.contributor.advisorCo1Carelli, Thiago Gonçalves-
dc.contributor.advisorCo1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4385889277241165pt_BR
dc.contributor.referee1Seoani, José Carlos Sícoli-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5256359048551589pt_BR
dc.contributor.referee2Plantz, Josiane Branco-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/9020647917650873pt_BR
dc.contributor.referee3Freitas, Gabriel do Nascimento-
dc.contributor.referee3Latteshttp://lattes.cnpq.br/8023301392804229pt_BR
dc.description.resumoEm virtude da baixa densidade de poços e poucas linhas sísmicas disponíveis, a bacia do Paraná é considerada uma “Nova Fronteira” exploratória, ou seja, possui áreas geologicamente pouco conhecidas e barreiras tecnológicas ou do conhecimento a serem vencidas. Dentre os desafios para o aprofundamento do conhecimento está a pouca amostragem contínua de rochas (testemunhos), visto que esta atividade é onerosa e, quando presente, é normalmente restrita ao intervalo de interesse, enquanto na maior parte do poço as informações geológicas são normalmente inferidas qualitativamente a partir dos perfis geofísicos, com algum grau de subjetividade dependente da experiência do intérprete. Neste contexto, este trabalho objetiva definir eletrofácies e eletrossequências com base na análise estatística dos perfis geofísicos do poço 2-TB-1-PR, localizado na cidade de Tibagi, borda leste da bacia do Paraná. Este poço se insere em um seleto caso de poço totalmente testemunhado (442 metros) e com recuperação maior que 97% de rocha íntegra, servindo como um excelente gabarito para a calibração e validação das eletrofácies no intervalo amostrado. A análise foi realizada utilizando o software Paradigm Geolog 7®, no qual foram carregados os dados de testemunho (perfil litológico e core gamma) e perfis geofísicos (raio gama, sônico, resistividade, caliper e potencial espontâneo). A análise dos dados foi feita através da ferramenta Multi-Resolution Graph-based Clustering (MRGC), um construtor de grupos de dados (clusters) que utiliza um método multidimensional de reconhecimento de padrões de dados baseado em representações gráficas e no método kNN (k-Nearest-Neighbors). Os clusters obtidos foram combinados em cinco eletrofácies de boa correlação com o perfil litológico. Além disso, foram definidas sete eletrossequências que adicionam grande valor interpretativo aos perfis geofísicos para fins de análise estratigráfica e correlação de poços.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Geociênciaspt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Geologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PASSOS, F.V.pdf3,04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.