Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/5062
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorGanem, Angela-
dc.contributor.authorPimentel, Letícia Barbosa-
dc.date.accessioned2018-09-18T21:10:34Z-
dc.date.available2018-09-20T03:00:11Z-
dc.date.issued2011-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/5062-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectEconomiapt_BR
dc.subjectCiências sociaispt_BR
dc.subjectLógicapt_BR
dc.subjectPensadores - Século XXpt_BR
dc.titleKarl Popper e Theodor Adorno: um debate sobre a lógica das ciências sociaispt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/1869314010111420pt_BR
dc.description.resumoEsse trabalho visa apresentar a exposição de dois grandes pensadores do século XX, Karl Popper e Theodor Adorno, acerca da lógica das ciências sociais, no Congresso da Sociedade de Sociologia Alemã em 1961. As posições defendidas e o debate entre os dois autores foram posteriormente transformados em texto. É com base nessas explanações que essa monografia se desenvolve. Antes, porém, as principais idéias de cada autor acerca dos temas tratados (método, ciências sociais, sociedade) são brevemente colocadas para que se possa ter uma visão mais completa do confronto. Como os autores têm obras extensas e complexas, buscou-se manter o foco nas questões mais importantes para a compreensão do debate sobre a lógica das ciências sociais. No primeiro capítulo são expostos alguns conceitos importantes de Popper e Adorno. No que diz respeito à obra de Popper, são exploradas principalmente as idéias contidas no livro A Lógica da Pesquisa Científica (1989), o que inclui a apresentação de seu “método dedutivo da prova” e alguns importantes conceitos que estão implícitos e explícitos na formulação deste método. Ademais, apresentam-se também as idéias de Popper acerca da existência ou não de uma unidade metodológica entre as ciências naturais e as ciências sociais contidas em duas importantes obras deste pensador: A Miséria do Historicismo (1956[1944]) e A Sociedade Aberta e Seus Inimigos (1979[1945]). Quanto à apresentação de algumas idéias de Adorno, duas obras foram escolhidas como referências para compreender a dialética proposta por ele. A primeira é Dialética do Esclarecimento (2006), escrita com Horkheimer. A partir dela apresenta-se o conceito de “esclarecimento” como base do ideal de ciência moderna. Os autores, então, fazem a crítica deste ideal como forma de ver o mundo, a ciência e a razão. A segunda obra é a Dialética Negativa (2009) e nela é apresentado então o que Adorno entende acerca do papel da filosofia, buscando um resgate entre o pensar e o pensado e uma aproximação não violenta ao objeto estudado.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Economiapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LBPimentel.pdf180,05 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.