Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/5105
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCarvalho, René Louis de-
dc.contributor.authorGomes, Guilherme March-
dc.date.accessioned2018-09-21T20:19:51Z-
dc.date.available2018-09-23T03:00:14Z-
dc.date.issued2009-08-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/5105-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectEconomia - Rio de Janeiropt_BR
dc.subjectPolítica e governopt_BR
dc.subjectIndústria brasileirapt_BR
dc.subjectPolíticas públicaspt_BR
dc.subjectPolítica industrialpt_BR
dc.subjectHistória econômica - Rio de Janeiropt_BR
dc.subjectDesenvolvimento industrialpt_BR
dc.titleO esvaziamento econômico do estado de guanabara e as políticas públicas do governo lacerda: 1960-65pt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/8330570199989805pt_BR
dc.description.resumoO Rio de Janeiro despontou como metrópole de suma importância cultural, política e econômica no cenário nacional, desde a vinda da Corte Portuguesa para o Brasil, no início do Século XIX. Com a consolidação da indústria brasileira na segunda metade desse século, bastaram algumas décadas para que São Paulo, fortalecido por sua economia capitalista cafeeira, ultrapassasse o Rio de Janeiro como carro-chefe da economia brasileira. Desde então, o Rio, na posição de Distrito Federal, passou a perder gradualmente sua importância relativa no cenário industrial nacional, em um processo que foi denominado por estudiosos de meados do Século XX como um relativo “esvaziamento econômico”. Em 1960, a cidade experimentou uma profunda fratura institucional com a perda do posto de Capital Federal do Brasil para a recém-construída Brasília. Uma nova unidade política foi criada, o Estado da Guanabara, e o novo governador empossado, Carlos Lacerda, uma figura política ímpar, tentou superar o desafio de reverter a situação de perda contínua de importância da economia carioca em âmbito nacional. Entretanto, suas políticas econômicas acabaram sendo relegadas a segundo plano frente às reformas urbanas e institucionais promovidas em seu governo, de maneira que a indústria do Rio de Janeiro prosseguiu seu caminho de relativa estagnação e baixas taxas de crescimento .pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Economiapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADASpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GMGomes.pdf189,38 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.