Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/5113
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorOliveira, Marco Antônio Cunha de-
dc.contributor.authorCampos, Felipe Bernardes-
dc.date.accessioned2018-09-21T22:51:11Z-
dc.date.available2018-09-23T03:00:14Z-
dc.date.issued2009-08-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/5113-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectAvaliação de empresaspt_BR
dc.subjectFluxos de caixapt_BR
dc.subjectValor economicopt_BR
dc.subjectLucropt_BR
dc.subjectAçõespt_BR
dc.titleAvaliação de empresas: o modelo de fluxo de caixa descontadopt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/2070073155425533pt_BR
dc.contributor.advisorCo1Fonseca, Manuel Alcino da-
dc.contributor.advisorCo1Latteshttp://lattes.cnpq.br/7289388532343968pt_BR
dc.description.resumoO objetivo deste trabalho é apresentar o método do fluxo de caixa descontado, que pode ser realizado pela ótica do acionista ou pela ótica da firma, visando determinar o valor econômico da companhia analisada. Para se obter o valor econômico da empresa, projeta-se a capacidade de geração futura de caixa desta empresa, trazendo a valor presente utilizando uma taxa de desconto. Compara-se o valor encontrado com o atual valor de mercado da firma em questão, verificando se há uma subvalorização ou uma sobrevalorização. A partir desses resultados faz-se respectivamente: compra e venda das ações. Para obtenção do fluxo de caixa livre para o acionista, parte-se do lucro líquido, parcela do lucro que cabe somente aos acionistas, chega-se a esse valor após o pagamento de todas as despesas, inclusive os custos de financiamento. Pela ótica da empresa, parte-se do lucro operacional para chegar ao fluxo de caixa livre para a firma, parcela do lucro que pertence tanto aos acionistas quanto aos credores da empresa. Os resultados calculados tanto pela ótica do acionista quanto pela ótica da firma devem apresentar números iguais de valor econômico da empresa. No Capítulo 1 serão expostos ambos os modelos. No Capítulo 2 uma empresa real de capital aberto será analisada pela ótica da firma. Por fim, haverá a conclusão sobre os resultados obtidos e sobre o tema principal dessa monografia.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Economiapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FBCampos.pdf270,09 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.