Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/5174
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMello, Claudio Limeira-
dc.contributor.authorMedina, Pablo Opazo-
dc.date.accessioned2018-09-27T13:37:52Z-
dc.date.available2018-09-29T03:00:16Z-
dc.date.issued2007-12-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/5174-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectArquitetura de depósitos fluviaispt_BR
dc.subjectNeotectônicapt_BR
dc.subjectBacia de Volta Redondapt_BR
dc.subjectCenozóicopt_BR
dc.titleArquitetura deposicional e Estruturas de deformação Tectônica em afloramento do Intervalo Paleogênico da Bacia de Volta Redonda (RJ, Rift Continental do Sudeste do Brasil)pt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/8440044607836952pt_BR
dc.contributor.referee1Ribeiro, André-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0217055111543883pt_BR
dc.contributor.referee2Ramos , Renato Rodriguez Cabral-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/4557680514419881pt_BR
dc.description.resumoA bacia sedimentar de Volta Redonda constitui um hemi-gráben inserido no contexto do Rift Continental do Sudeste do Brasil, preenchido por rochas sedimentares, relacionadas a sistemas fluviais entrelaçados, e rochas vulcânicas. Esta bacia foi gerada por esforços distensivos de orientação NW-SE, durante o Eoceno-Oligoceno, associados à reativação de zonas de fraqueza pré-cambrianas. Movimentações transcorrentes de orientação E-W, sinistral (Neógeno) e dextral (Pleistoceno final), e novas movimentações distensivas com orientação NW-SE (Holoceno) geraram e reativaram sistemas de falhas diversos, relacionando-se à tectônica deformadora da bacia. O presente trabalho tem como objetivo analisar os padrões de heterogeneidades relacionados à arquitetura deposicional das sucessões fluviais e aos estilos de deformação tectônica, considerando que este conhecimento é de fundamental importância para a modelagem hidrogeológica dos aqüíferos sedimentares, ainda pouco explorados na bacia. Para o desenvolvimento deste trabalho, foi selecionado um afloramento na Rodovia do Contorno (BR-393), cuja arquitetura deposicional foi analisada, preliminarmente, com o auxílio de fotomosaicos, complementando-se com perfis faciológicos em escala 1:20. As estruturas de deformação tectônica também foram preliminarmente descritas com o auxílio de fotomosaicos, orientando a medição dos planos de falhas. Do ponto de vista da arquitetura deposicional, foram reconhecidas duas associações faciológicas: na base, camadas tabulares de arenitos lamosos e lamitos arenosos, superpostas por conjunto de camadas areníticas e conglomeráticas, com geometria lenticular, com delgadas intercalações de camadas pelíticas. Os aspectos tectônicos observados relacionam-se a conjuntos de falhas normais, mais comuns, e transcorrentes, com orientação principal NE-SW a E-W.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Geociênciaspt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Geologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MEDINA, P.O.pdf12,58 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.