Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/5267
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorAlmeida, Leonardo Fonseca Borghi de-
dc.contributor.authorFreitas, Alexandre Braga Leal de Paula-
dc.date.accessioned2018-10-04T16:21:29Z-
dc.date.available2018-10-06T03:00:12Z-
dc.date.issued2009-01-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/5267-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectFormação Rio da Batateirapt_BR
dc.subjectAndar Alagoaspt_BR
dc.subjectBacia do Araripept_BR
dc.titleCaracterização faciológica e estratigráfica da Formação Rio da Batateira (andar Alagoas), Bacia do Araripept_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/5821487047888554pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/1459789516925494pt_BR
dc.contributor.referee1Ribeiro, André-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0217055111543883pt_BR
dc.contributor.referee2Carvalho, Ismar de Souza-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/2138654072839905pt_BR
dc.description.resumoO presente estudo tem como objetivo a caracterização faciológica e estratigráfica, em detalhe, da Formação Rio da Batateira (Andar Alagoas, bacia do Araripe), em testemunhos de sondagem do Projeto Santana (DNPM/CPRM). Na caracterização faciológica foram reconhecidas oito fácies sedimentares (litofácies), agrupadas em cinco sucessões e duas associações de fácies. Para a correlação estratigráfica foram reconhecidas três superfícies de afogamento e quatro superfícies erosivas (discordâncias), culminando na definição de cinco seqüências deposicionais. O estudo permitiu ainda a identificação em subsuperfície das “camadas Batateira”, importante marco estratigráfico da bacia. A interpretação das associações de fácies resultou na concepção de sistemas fluviais e lacustres, já aventados pela literatura. Sua organização espacial, verificada através da correlação estratigráfica, permite considerar a existência de elementos externos condicionando sua deposição, dentre as quais destaca-se o fator tectônico. Tal constatação levanta questionamentos a classificação Pós-rifte atribuída ao intervalo.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Geociênciaspt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Geologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FREITAS, A.B.L.P.pdf6.1 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.