Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/5306
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Caracterização macroscópica e microscópica de bandas de deformação em arenitos da Formação Resende (Eoceno, Rift Continental do Sudeste do Brasil)
Autor(es)/Inventor(es): Rotava, Teresa
Orientador: Mello, Claudio Limeira
Coorientador: Silva, Aline Theophilo
Resumo: O conjunto de bacias que compõem o Rift Continental do Sudeste do Brasil (RCSB) destaca-se, em particular, pela intensa deformação tectônica de seu preenchimento sedimentar, expressa por estilos estruturais variados, que condicionam fortemente as características petrofísicas e hidráulicas, como porosidade e permeabilidade, das suas rochas. O presente estudo tem como objetivo a descrição e interpretação, em escala macroscópica e microscópica, de bandas de deformação identificadas nos arenitos da Formação Resende aflorantes nas proximidades da borda sul (borda de falha) da Bacia de Volta Redonda, no Segmento Central do Rift Continental do Sudeste do Brasil (RCSB). Busca-se, assim, agregar novos dados sobre a deformação tectônica do preenchimento sedimentar do RCSB. No afloramento estudado, os depósitos da Formação Resende encontram-se deformados por falhas transcorrentes e, principalmente, normais. Foi realizada a descrição macroscópica e microscópica de três amostras selecionadas, que apresentam bandas de deformação. Para efeito de comparação, também foram analisadas oito amostras de rochas não-deformadas. As descrições envolveram os aspectos de granulometria, seleção, arredondamento e circularidade dos grãos, matriz, cimento, trama, porosidade e composição mineralógica. Os principais aspectos observados podem ser relacionados a bandas de deformação cataclástica: padrão de variação granulométrica associado a faixas com grãos mais finos, intensamente fraturados e, por vezes, rotacionados e orientados. Estas feições controlam a cimentação por óxido de ferro. Algumas características podem ser associadas a bandas de desagregação: feições de acomodação de grãos, sem fragmentação, sutilmente orientados. A predominância de bandas cataclásticas nas amostras descritas sugere que essas rochas sofreram deformação sob regime de confinamento tectônico, provavelmente relacionado a eventos transcorrentes. A concentração de bandas de deformação próximo a planos de falha pode sugerir o desenvolvimento das falhas a partir de uma evolução cataclástica. No entanto, considerando as fases tectônicas descritas para a evolução do RCSB, as falhas podem ter se desenvolvido em um evento tectônico mais recente, aproveitando-se da anisotropia provocada pelas zonas de bandas de deformação geradas em evento anterior. O controle de percolação de fluidos pelas bandas de deformação justifica a importância do afloramento estudado como análogo de reservatórios siliciclásticos pouco consolidados e fraturados.
Palavras-chave: Bacia de Volta Redonda
Formação Resende
Bandas de deformação
Petrografia
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA
Departamento: Instituto de Geociências
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Jun-2017
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/5306
Aparece nas coleções:Geologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ROTAVA, T.pdf7,2 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.