Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/5431
Type: Trabalho de conclusão de especialização
Title: Desenvolvimento sustentável e planejamento urbano: discursos, práticas, e (falsos) antagonismos
Author(s)/Inventor(s): Simoni, Joana Cruz de
Advisor: Acselrad, Henri
Abstract: Muitos discursos advogam uma dificuldade ao pensar as interfaces e (in)congruências entre planejamento urbano e desenvolvimento sustentável. Por um lado, tem-se a cidade como expressão máxima do artificializado e construído e, portanto, antítese da preservação da natureza. Por outro, há o argumento que enxerga, no espaço urbano, o lócus das manifestações de ideias e soluções para conflites (inerentes a este espaço) – dentre eles, aquele que aqui será tratado: entre preservação ambiental e desenvolvimento das cidades (e, mais especificamente, direito à moradia). Buscou-se, aqui, fazer uma discussão acerca de algumas das noções que amparam o planejamento urbano e ambiental atualmente; como progresso, desenvolvimento, meio ambiente e sustentabilidade. Partiu-se sempre da ideia de que estas noções não são "naturais" ou objetivas: são construções sociais, diversamente apropriadas ou evocadas pelos diferentes atores sociais. Assim, demonstrou-se como o uso destas noções, institucionalizadas ou não, carregam diferentes formas de pensar (e pôr em prática) a cidade e o meio ambiente. Demonstrou-se, também, como por vezes há, na verdade, um "falso conflito", travestido pela "ambientalização" dos discursos, onde o direito à moradia (notadamente das camadas mais pobre) seria um entrave à preservação ambiental.
Abstract: Many speeches advocate a difficulty in thinking interfaces and (in)congruence between urban planning and sustainable development. On the one hand, there is the city as a maximum expression what is artificialized and thus antithesis of nature preservation. On the other, there is the argument that sees in the urban space, the locus of expressions of ideas and solutions to situations of conflicts (inherent in this space) - among them, the one that will be treated here: between environmental preservation and development of cities (and more specifically, the right to adequate housing). Thus, we proposed a discussion about some of the notions that support the urban and environmental planning today; such as progress, development, environment and sustainability. These notions are not "natural" or objective: they are social constructions, differently appropriated or evoked by the different social actors. Thus, it was shown how the use of these notions, institutionalized or not, carry different ways of thinking (and implement) the city and the environment. It has also been shown as sometimes there is actually a "false conflict", disguised by the "greening" of discourse, where the right to housing (especially for the poorest layers of society) would be an obstacle to environmental preservation.
Keywords: Meio ambiente
Desenvolvimento sustentável
Direito urbanístico
Sociologia urbana
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL::SERVICOS URBANOS E REGIONAIS::ASPECTOS SOCIAIS DO PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL
Program: Programa de Pós-Graduação em Planejamento Urbano e Regional
Department : Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: 8-Apr-2015
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Appears in Collections:Política e Planejamento Urbano

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JCSimoni-min.pdf288,15 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.