Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/5437
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorRibeiro, Luiz Cesar de Queiroz-
dc.contributor.authorBastos, Pedro Paulo Machado-
dc.date.accessioned2018-10-19T18:25:00Z-
dc.date.available2018-10-26T03:00:49Z-
dc.date.issued2015-04-10-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/5437-
dc.description.abstractPropose thoughts about how the production of knowledge in urban field can qualify itself by the discussions that characterize the contemporary urban as a concept that goes beyond a territory or a specific spatial morphology. For this, the thoughts presented in this work are articulated with alternative and complimentary forms of producing scientific knowledge such as the interdisciplinarity. In this sense, we use the predictions of Henri Lefebvre, in the 1970s, as a starting point to compare his harbingers over an urban society in emergency with the evidence of an urban transition period that takes place nowadays. By understanding the complexity of this new urban, it is believed that the interdisciplinary practices of knowledge can transgress to some extent the limitations of the hegemonic scientific paradigm based on the fragmentation of knowledge in favor of a more integrated and connected one founded in a variety of intrinsic knowledge pertaining to this contemporary urban field in development.en
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectPlanejamento territorial urbanopt_BR
dc.subjectExpansão urbanapt_BR
dc.subjectUrbanizaçãopt_BR
dc.subjectInterdisciplinaridadept_BR
dc.titleOs saberes do urbano contemporâneo: reflexões sobre práticas interdisciplinares na produção do conhecimento urbanopt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de especializaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/1023521805589135pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/2098654695406693pt_BR
dc.description.resumoReflexão sobre como a produção do conhecimento no campo do urbano pode se qualificar diante das discussões que caracterizam-no contemporaneamente como uma concepção cujo significado vai além de um território ou uma morfologia espacial específica. Para tal, as reflexões deste trabalho dialogam com formas alternativas e complementares na produção do conhecimento científico, como a interdisciplinaridade. Nesse sentido, utilizamos os prognósticos de Henri Lefebvre, nos anos 1970, como ponto de partida para comparar seus prenúncios sobre a emergência de uma sociedade urbana com o período de transição urbana evidenciado na atualidade. E, por entender a complexidade deste “novo” urbano, acredita-se que as práticas interdisciplinares de produção do conhecimento possam transgredir, em certa medida, as limitações do paradigma científico hegemônico calcado na parcialização do conhecimento em prol de um outro que se mostre mais integrado e conectado com diversos saberes intrínsecos ao campo em desenvolvimento do urbano contemporâneo.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regionalpt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Planejamento Urbano e Regionalpt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL::FUNDAMENTOS DO PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL::TEORIA DO PLANEJAMENTO URBANO E REGIONALpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Política e Planejamento Urbano

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PPMBastos-min.pdf573.84 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.