Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/5522
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Análise faciológica e interpretação paleoambiental em um testemunho de sondagem do complexo deltaico do rio Paraíba do Sul (RJ)
Autor(es)/Inventor(es): Plantz, Josiane Branco
Orientador: Almeida, Leonardo Fonseca Borghi de
Coorientador: Carelli, Thiago Gonçalves
Resumo: O complexo deltaico do rio Paraíba do Sul, localizado no norte do Estado do Rio de Janeiro, engloba toda a porção emersa da bacia de Campos e é representado por depósitos pleistocênicos e holocênicos. Dada a sua importância sedimentológica e econômica esta planície costeira é alvo de diversos estudos desde a década de 50. Embora muitas pesquisas e trabalhos tenham sido executados na região a maioria dos modelos evolutivos propostos são baseados em depósitos superficiais, devido à ausência de amostragens de subsuperfície. O presente trabalho objetiva realizar uma análise faciológica com posterior interpretação paleoambiental de um testemunho de sondagem (poço 2-MU-1-RJ) localizado no complexo deltaico do rio Paraíba do Sul (coordenadas 7573378,88 / 278961,84 WGS 84). O poço alcançou cerca de 200m de profundidade (sem atingir o embasamento) e apresenta baixa recuperação, principalmente na parte basal, devido à natureza friável do material. Após uma descrição detalhada e confecção de perfil litológico (escala 1:40) foram identificadas fácies areníticas, fácies híbridas, fácies heterolíticas e fácies lutíticas, totalizando 16 fácies sedimentares, que, posteriormente, foram agrupadas em cinco sucessões de fácies representativas de intervalos associados a diferentes estágios de sedimentação. Além disso, foram selecionados três níveis do testemunho para datação por radiocarbono. Os paleoambientes foram interpretados, da base para o topo, como fluvial meandrante de baixa sinuosidade, planície de maré, marinho, lagunar e um ambiente fluvial recente, e representam o preenchimento de um vale tectônico. Baseado em informações sedimentológicas interpretou-se um evento transgressivo e a sedimentação em um paleoambiente estuarino, com idades maiores que 40.000 anos.
Palavras-chave: Bacia de Campos
Complexo deltaico do rio Paraíba do Sul
Fácies sedimentares
Quaternário
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA
Departamento: Instituto de Geociências
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Nov-2014
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/5522
Aparece nas coleções:Geologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PLANTZ, J.B.pdf7,7 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.