Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/5539
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCruz, Claudia Ferreira da-
dc.contributor.authorCosta, Mayara Rodrigues-
dc.date.accessioned2018-10-31T15:17:23Z-
dc.date.available2018-11-02T03:00:12Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/5539-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectLei de Incentivo à Culturapt_BR
dc.subjectMecenatopt_BR
dc.subjectDemocratização culturalpt_BR
dc.subjectLei Rouanetpt_BR
dc.subjectAção culturalpt_BR
dc.titleO impacto da Lei Rouanet e as maiores empresas incentivadoras de projetos culturais entre os anos de 2014 a 2017pt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/6673681613280038pt_BR
dc.description.resumoDiante dos inúmeros escândalos envolvendo a principal lei de fomento à cultura, Lei Rounet, vem se requerendo transparência da destinação dos recursos públicos autorizados por ela. Dessa forma, o presente artigo tem como objetivo analisar o impacto da Lei de Incentivo à Cultura como instrumento de democratização cultural, assim como identificar as características das empresas que mais se utilizaram da Lei Rouanet entre os anos de 2014 e 2017. Para o desenvolvimento dessa pesquisa adotou-se como instrumento técnico a revisão bibliográfica e documental, pelo qual, descreve o conceito sobre cultura e sua importância para a sociedade. Em seguida, contextualiza-se as ações culturais públicas no Brasil, a criação de órgãos voltados à cultura e leis de incentivo à área cultural. Foi realizado um levantamento de estudos anteriores sobre as discussões provenientes desse tema. Há uma abordagem das principais leis de incentivos fiscais adotadas no Brasil. Por fim, segue-se uma pesquisa empírica em que são analisadas as empresas que mais doaram recursos à cultura via Lei Rouanet entre os anos de 2014 a 2017 e também os maiores proponentes beneficiados durante esse período para responder à pergunta: quem incentiva cultura no Brasil? De modo a identificar as empresas que mais doaram, bem como os principais beneficiados pela Lei por meio da captação dos valores de doações declarados no Sistema de Apoio às Leis de Incentivo à Cultura (Salic). As áreas mais beneficiadas foram artes cênicas e artes visuais. Nota-se, ao longo do período analisado, a atuação de repetidas empresas incentivadoras e o setor de Serviços Financeiros foi predominante nas doações por meio da Lei via Mecenato.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Administração e Ciências Contábeispt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::CIENCIAS CONTABEISpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Ciências Contábeis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MRCosta.pdf260,06 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.