Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/5661
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Avaliação da ação inibidora da polpa de juçara (Euterpe edulis) como inibidor de corrosão na indústria de petróleo
Autor(es)/Inventor(es): Monteiro, Alex de Melo
Orientador: D'elia, Eliane
Coorientador: Moreira, Daniel Perrone
Coorientador: Torres, Alexandre Guedes
Resumo: Este estudo avaliou a ação inibidora da polpa de juçara liofilizada na corrosão do aço-carbono 1020 em solução 1 mol L-1 de HCl. Este estudo foi realizado através de ensaios gravimétricos, eletroquímicos de medidas de potencial de circuito aberto, curvas de polarização anódica e catódica e de impedância eletroquímica, além da análise morfológica da superfície do aço-carbono 1020 por microscopia eletrônica de varredura. A eficiência de inibição da polpa de juçara aumentou com a concentração do inibidor e tempo de imersão. A eficiência de inibição variou de 71 a 94% para 1000 mg L-1 do inibidor após 4 e 24 horas de imersão respectivamente. Nos ensaios com variação de temperatura, a presença do inibidor diminuiu a energia de ativação do processo de corrosão e aumentou a eficiência de inibição, caracterizando um mecanismo de quimisorção do inibidor sobre a superfície metálica. As curvas de polarização potenciodinâmica indicaram que a polpa de juçara atuou como inibidores de adsorção, diminuindo a densidade de corrente anódica e catódica. Pelos ensaios de impedância eletroquímica, os diagramas de Nyquist indicaram aumento da resistência de transferência de carga na presença do inibidor em todas as concentrações e a adsorção do inibidor na superfície metálica obedeceu à isoterma de Langmuir. A análise morfológica da superfície do aço-carbono por microscopia eletrônica de varredura (MEV), mostrou que a superfície aço-carbono 1020 imerso em HCl 1 mol L-1 apresenta uma superfície rugosa, característica de corrosão uniforme. Entretanto, quando imerso em solução contendo o inibidor, observa-se uma superfície muito menos rugosa, mostrando que a superfície do metal foi protegida. Em meio altamente salino, os ensaios gravimétricos não apresentaram resultados satisfatórios como em meio ácido, obtendo-se uma eficiência de inibição de 55% para 1000 mg L-1 de inibidor após 8 horas de imersão.
Palavras-chave: Polpa de juçara
Euterpe edulis
Petróleo
Inibidores de corrosão
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA::QUIMICA ORGANICA
CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA::FISICO-QUIMICA::ELETROQUIMICA
Departamento: Instituto de Química
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 18-Ago-2017
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/5661
Aparece nas coleções:Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Alex de Melo Monteiro.pdf1,6 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.