Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/5832
Type: Trabalho de conclusão de graduação
Title: Estudo de compostos com spin crossover
Author(s)/Inventor(s): Mattioli, Renan Rodini
Advisor: Cassaro, Rafael Alves Allão
Abstract: Compostos que podem ter suas propriedades alteradas de forma controlada pela ação de um estímulo externo são potenciais candidatos para a utilização como interruptores moleculares, sensores térmicos e de pressão, dispositivos óticos e sistemas de armazenamento de informação. Nestes compostos, as suas propriedades (ângulos e comprimentos de ligação, cor, condutividade ou magnetismo) podem ser alteradas por estímulos externos, como, variação de pressão, luz ou radiação. Compostos de coordenação que exibem o fenômeno de spin crossover (SCO) podem apresentar estas características devido a transição entre estados de alto- (AS) e baixo-spin (BS). O fenômeno de SCO é normalmente encontrado em compostos de coordenação de ferro(II) e ferro(III) coordenados a ligantes doadores nitrogenados. A esfera de coordenação, as interações intermoleculares, a dimensionalidade, o solvente e o contra-íon são fatores que influenciam fortemente no SCO. Embora estudados há mais de 8 décadas, compostos que exibem SCO ainda são alvos de intensas pesquisas pela sua potencial aplicação na construção de dispositivos; assim como, pelo entendimento dos fatores que governam as transições. Além da pesquisa bibliográfica sobre sistemas que apresentam SCO, foram obtidos neste trabalho três novos complexos por meio da reação (one pot) entre sais de ferro(II) e ferro(III) com o salicilaldeído e o 3-amino-5-(1,1,1-trifluoro-metil)-1,2,4-triazol. Dois dos complexos tiveram suas estruturas cristalinas resolvidas por meio da técnica de difração de raios X em monocristal. Os compostos cristalizaram como dímeros de ferro(III), do tipo [Fe(µtrz)(X)]2, onde trz é o ligante tetradentado formado in situ pela condensação de duas moléculas de salicilaldeído com o derivado do triazol e X = MeOH ou H2O. O estudo da susceptibilidade magnética variando-se a temperatura de 300 K até 2 K mostrou interações antiferromagnéticas majoritárias. O acoplamento magnético intramolecular de um dos compostos (H = -JS1.S2) foi determinado como -31 cm-1.
Keywords: Spin crossover
Interruptores moleculares
Acoplamento magnético intramolecular
Novos materiais
Sensores térmicos
Sensores de pressão
Dispositivos opticos
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA::QUIMICA INORGANICA
Department : Instituto de Química
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: 13-Dec-2016
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Appears in Collections:Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Renan Rodini Mattioli.pdf1,21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.