Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/5883
Type: Dissertação
Title: Contribuições da educação popular e da pesquisa ação à adequação sociotécnica: estudo de caso de um curso na extensão
Author(s)/Inventor(s): Ravelo Franco, Nelson Andrés
Advisor: Suemitsu, Walter Issamu
Abstract: Estuda as contribuições da experiência do curso de extensão “Formação crítica em sistemas técnicos de energia – Introdução”, realizado em parceria entre o Núcleo Interdisciplinar para o Desenvolvimento Social (NIDES) e o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), para identificar como as metodologias da Pesquisa Ação (PA) e da Educação Popular (EP) podem operacionalizar uma proposta de Adequação SocioTécnica (AST). Fez-se escolha deste pela participação do pesquisador no caso, por ter sido orientado por essas duas propostas metodológicas, e por ter trabalhado uma tecnologia de hardware, a partir de uma perspectiva crítica. Para identificar essas contribuições, foi usada a metodologia de Estudo de Caso (EC), fazendo inicialmente uma revisão do referencial teórico, incluindo tanto os autores que influíram na metodologia do curso, como aqueles relacionados com a proposta da AST. Posteriormente, através do método de pesquisa qualitativa de comparação constante (MERRIAM; 1998), além de encontrar contribuições específicas para futuras ações em parceria com movimentos sociais do campo (reconhecendo sua proposta e sua organicidade) ou com a técnica do desenho de sistemas de geração fotovoltaica (identificando possíveis adequações), destacaram-se tanto possíveis adequações desses sistemas, como orientações metodológicas para complexificar a prática extensionista na área técnica junto a outro tipo de movimentos sociais e/ou com outro artefato. Nessa análise também apresentam-se os erros e as limitações, buscando desafiar futuras experiências para superar estas e reconhecer as novas.
Abstract: Study contributions of the extension course called “Critical training in technical energy systems – Introduction” to identify how Participatory Action Research (PAR) and Popular Education (PE) could materialize a “Sociotechnical Adaptation” proposal (STA). This course was made by a common effort between Interdisciplinary Nucleus for Social Development (NIDES by its initials in portuguese) and Landless Workers’ Movement (MST by its initials in portuguese) and was chosen mainly because of its view and hospitality with the researcher. It worked not just with a critical perspective of a hardware technology, but also with those methodologies. To do this research, Case Study methodology was used, including a review of literature in two ways: first one, about PAR and PE, and second one, about the critical perspective that supports STA proposal. In this way, qualitative research constant comparative method (MERRIAM; 1998) was used to analyze collected data to find useful suggestions for actions with MST (highlighting how its organization works) and some recommendation for solar photovoltaic systems design (showing possible adaptations). Analysis also brought tentative adaptations of those systems and some methodological guidance to improve future extension activities in technical topics whether it is with other social movements and/or with other technique. This work also shows some mistakes and difficulties, trying to challenge future experiences to overcome those and to recognize new ones.
Keywords: Educação popular
Pesquisa ação
Movimento dos Sem-Terra
Energia solar
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::EDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO
Program: Programa de Pós-Graduação em Tecnologia para o Desenvolvimento Social
Department : Núcleo Interdisciplinar para o Desenvolvimento Social
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: Jun-2018
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/5883
Appears in Collections:Tecnologia Para o Desenvolvimento Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
869642.pdf1,11 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.