Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/5887
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorLatini, Gabriela Nóra Pacheco-
dc.contributor.authorPacheco, Mayara Vieira Camera-
dc.date.accessioned2018-11-29T18:36:47Z-
dc.date.available2018-12-01T02:00:13Z-
dc.date.issued2016-04-15-
dc.identifier.citationPACHECO, Mayara Vieira Camera. Comunicação de risco em saúde e o caso zika. 2016. 62 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Jornalismo) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/5887-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectComunicação em saúdept_BR
dc.subjectRiscopt_BR
dc.subjectZika víruspt_BR
dc.titleComunicação de risco em saúde e o caso zikapt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/9743115177041525pt_BR
dc.contributor.referee1Barbosa, Gabriel Collares-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9574814628228974pt_BR
dc.contributor.referee2Sacramento, Igor Pinto-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/1758813567228605pt_BR
dc.description.resumoEstudo enfoca na comunicação de riscos relacionados à saúde e, particularmente, no caso zika, que tem mostrado como a possibilidade de disseminação mundial de uma doença levanta preocupações não só no que concerne ao campo da saúde, mas também ao da comunicação. A escolha da zika tem especial relevância, pois além da incidência epidemiológica considerável, a doença tem tido amplo acompanhamento e visibilidade midiáticos, estando constantemente presente nos principais veículos brasileiros. A zika, inicialmente considerada uma doença de sintomatologia branda e de ocorrência restrita à África e Ásia, ganhou destaque na mídia após a divulgação da provável relação entre a infecção de gestantes e o acometimento de fetos pela microcefalia, uma condição em que a criança nasce com a cabeça pequena e o cérebro subdesenvolvido, quase sempre com consequências neurológicas irreversíveis. No entanto, mesmo antes de nenhuma das relações alarmantes ter sido corroborada cientificamente, o pânico mundial esteve a poucos passos de se instalar, cabendo à comunicação, aqui especificamente retratada pela grande mídia, o papel de mediador entre os especialistas e o público leigo.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Comunicaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::JORNALISMO E EDITORACAOpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Comunicação - Jornalismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MPacheco.pdf1,17 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.