Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/5915
Type: Trabalho de conclusão de graduação
Title: Zonas de Convergência Subtropicais na América do Sul: características da circulação e fluxos de umidade
Author(s)/Inventor(s): Correia, Felippe Romão Sousa
Advisor: Marton, Edilson
Abstract: O presente estudo tem por objetivo entender alguns aspectos das diferenças entre episódios de ZCAS e ZCOU através da análise da circulação atmosférica e dos fluxos de umidade associado aos episódios de ambos os sistemas. Tomou-se como base o período de outubro/2012 a abril/2013, onde foram contabilizados dezoito episódios de zonas de convergência, sendo onze de ZCOU e sete de ZCAS, de acordo com boletins divulgados pelo CPTEC/INPE. Foram utilizados dados de umidade específica, componentes meridional, zonal e vertical do vento do CFSv2 e dados de ROLE não interpolados do sensor AVHRR. Utilizando a metodologia de períodos ativos (média de três dias representativos da fase de maior atividade convectiva), foram gerados campos horizontais da circulação atmosférica nos diversos níveis da troposfera, bem como dos fluxos de umidade integrados verticalmente. A avaliação da circulação atmosférica associada com cada fenômeno foi feita através de critérios dinâmicos, baseados na literatura atual disponível. Também obteve-se a contribuição do transporte de umidade através das fronteiras de duas áreas de atuação das zonas de convergência, sendo uma na Amazônia e outra no centro-oeste brasileiro. Os resultados mostram que episódios de ZCOU são mais frequentes que os de ZCAS, porém com menor tempo de duração. Constata-se um padrão mais intenso e uniforme de convecção na ZCAS do que na ZCOU. À exceção da troposfera superior, a circulação atmosférica envolvida mostra padrões diferentes nos casos médios dos fenômenos. A análise do movimento vertical em níveis médios e da divergência do vento horizontal em baixos e altos níveis também apresentaram comportamento diferenciado. Os fluxos de umidade não demarcam a presença de uma região bem organizada de convergência do fluxo de umidade sobre o continente, aparecendo no oceano uma banda dupla no caso da ZCAS e uma banda única no caso da ZCOU. O saldo do fluxo de umidade é, em média, maior na ZCOU do que na ZCAS para as duas regiões selecionadas, sendo as fronteiras norte e leste responsáveis pela parcela de maior contribuição. A evolução temporal do saldo do fluxo de umidade apresenta tendências a longo prazo diferentes nas duas regiões. Por fim, a parcela de umidade disponível para precipitação, em função do aporte de umidade na região, são da mesma ordem de grandeza tanto na ZCAS quanto na ZCOU.
Keywords: Zonas de convergência subtropicais
América do Sul
Circulação e fluxos de umidade
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::METEOROLOGIA
Production unit: Instituto de Geociências
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: 2013
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Appears in Collections:Meteorologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CORREIA, F.R.S.pdf9,34 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.