Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/5994
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorTaranto, Glauco Nery-
dc.contributor.authorAbreu, Isabela Fernanda Natal Batista-
dc.date.accessioned2018-12-17T13:01:07Z-
dc.date.available2018-12-19T02:00:37Z-
dc.date.issued2017-03-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/5994-
dc.description.abstractThe Distributed Generation (DG) growth in Brazil and worldwide is followed by many advantages, disadvantages and uncertainties about the system behavior regarding some criteria such as reliability, availability and voltage stability. As new DG players request their connection in the distribution network, a comprehensive analysis must be performed, in order to better assess their impact in the network. This work formulates the Maximum Hosting Capacity (MHC) as an optimization problem built upon the classical Optimal Power Flow (OPF), solved by an Interior-Point Method combined with Scatter Search Metaheuristics. The MHC problem, invariably constrained either by overvoltages or overcurrents, may yield a solution that can lie in the bottom part of the classical PV curve in static voltage stability analysis. If this is the case, there is a need to reformulate the optimization problem including a new constraint to enforce solutions only on the upper part of the PV curve.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectEngenharia elétricapt_BR
dc.subjectEstabilidade de tensãopt_BR
dc.subjectGeração distribuídapt_BR
dc.titleAnálise do problema de máxima geração distribuída observando o critério estático da estabilidade de tensãopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/9973191787704554pt_BR
dc.contributor.referee1Falcão, Djalma Mosqueira Falcão-
dc.contributor.referee2Souza, Julio Cesar Stacchini de-
dc.description.resumoA expansão da geração distribuída (GD) no cenário eletroenergético brasileiro e mundial é acompanhada de uma série de vantagens, desvantagens e incertezas a respeito do comportamento do sistema em relação a critérios como confiabilidade, disponibilidade e estabilidade de tensão. À medida que novos acessantes solicitam o ingresso na rede de distribuição, avaliações visando ao maior/melhor aproveitamento da energia gerada pelas unidades de GD, por meio da otimização de uma ou mais grandezas do sistema, tornam-se cada vez mais alvos de pesquisa no setor elétrico. Neste contexto, o presente trabalho tem por objetivo avaliar se o Ponto de Máxima Geração Distribuída (MGD) obtido a partir da formulação clássica do Fluxo de Potência Ótimo (FPO) com restrições operativas, ora resolvido pelo Método de Pontos Interiores associado à meta-heurística de Busca Dispersa, é, invariavelmente, estável a pequenas perturbações ou se, em alguns cenários, pode ser instável (recaindo, então, na parte inferior das curvas PV). Caso encontrado pelo menos um ponto ótimo instável, revela-se necessária a inclusão da análise de estabilidade de tensão na formulação consagrada do FPO para a obtenção do novo ponto de operação ótimo (embora relacionado a uma injeção de ativo que pode ser inferior à alcançada via formulação clássica), factível e normal.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenhariapt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Engenharia Elétricapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA ELETRICA::SISTEMAS ELETRICOS DE POTENCIA::TRANSMISSAO DA ENERGIA ELETRICA, DISTRIBUICAO DA ENERGIA ELETRICApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Engenharia Elétrica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
865996.pdf2.32 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.