Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/6014
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMendes, Júlio Cezar-
dc.contributor.authorLeão, Marcio Fernandes-
dc.date.accessioned2018-12-19T15:44:47Z-
dc.date.available2018-12-21T02:00:09Z-
dc.date.issued2007-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/6014-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectAugen Gnaissept_BR
dc.subjectPetrologiapt_BR
dc.subjectGeoquímicapt_BR
dc.titleContribuição ao estudo litogeoquímico dos AUGEN GNAISSES do município de Niterói - RJpt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/2278221700182008pt_BR
dc.contributor.advisorCo1Ludka, Isabel P.-
dc.contributor.advisorCo1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0052233952543773pt_BR
dc.description.resumoA presente área estudada é marcada por rochas porfiroblásticas, de granulometria média a grossa em matriz quartzo – feldspática com concentrações variáveis de feldspatos potássicos, como microclina e seus produtos de alteração como principais pórfiros; tais rochas são conhecidas como os augen gnaisses, rocha está muito predominante na região do município de Niterói – RJ. Na área estudada de 64K aproximadamente, foram identificadas cinco unidades: a Unidade Ilha da Conceição, a Unidade Morro da Penha, a Unidade Ingá e as Sub – Unidades Gnaisse Facoidal com e sem porções charnockíticas. Petrograficamente ainda se pode definir um litotipo transicional contendo porções charnockitizadas e sem charnockitização em proporções variadas. As rochas modalmente se comportam como granitos a granodioritos, plotando no campo do quartzo monzonito as amostras mais charnockitizadas principalmente (Streckeisen, 1976). Nos diagramas químicos de classificação de rochas, houve certa discordância com o diagrama de Streckeisen (1976) para rochas plutônicas, sendo normal para rochas inequigranulares porfiríticas. Quimicamente as rochas denotaram um caráter metaluminoso, uma assinatura cálcio – alcalina, e uma similaridade no padrão dos elementos terras raras, principalmente ao padrão de OIB. Preliminarmente pode-se dizer que existe certa cogenética litogeoquimica, sendo ainda necessários estudos geoquímicos complementares e determinações isotópicas para futuras comparações.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Geociênciaspt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Geologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LEAO, M.F.pdf47,96 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.