Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/6020
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCoelho, José Mário-
dc.contributor.authorFaria, Theodor Santos de-
dc.date.accessioned2018-12-19T17:34:44Z-
dc.date.available2018-12-21T02:00:09Z-
dc.date.issued2010-07-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/6020-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectÁgua mineralpt_BR
dc.subjectMercado do sudestept_BR
dc.subjectCompetitividade Rio de Janeiropt_BR
dc.titleCompetitividade do mercado de água mineral no Estado do Rio de Janeiropt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorIDhttp://lattes.cnpq.br/3717826330415888pt_BR
dc.contributor.referee1Silva Júnior, Gerson Cardoso da-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4103236636522942pt_BR
dc.contributor.referee2Costa, Mirian Cristina Oliveira da-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/9364943949472072pt_BR
dc.description.resumoO Estado do Rio de Janeiro, mesmo sendo capaz de suprir sua demanda com a produção atual de água mineral, importa dos outros estados da região sudeste aproximadamente 40% da água mineral consumida. Seguindo a tendência do mercado nacional, as empresas que compõem o setor no Estado do Rio de Janeiro ou são de grande porte ou são de pequeno porte, o que se reflete nos investimentos em publicidade e tipos de embalagens. Há predominância de embalagens retornáveis de 20 litros no mercado fluminense, pois são as que necessariamente precisam de menores investimentos. Isto explica a preferência desse tipo de embalagem pelas empresas de pequeno porte. Além de todos os entraves burocráticos de quatorze órgãos reguladores como o Departamento Nacional de Produção Mineral, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Departamento de Recursos Minerais, Corpo de Bombeiros e Secretaria Municipal de Saúde, esta commodity também rivaliza com a água purificada e adicionada de sais e com refrigerantes levemente gaseificados e de baixa caloria. Com os resultados obtidos através da análise dos dados disponíveis referentes aos mercados de água mineral nas esferas mundial, nacional e dos estados da região sudeste, que são os que competem com o Estado do Rio de Janeiro, o trabalho sugere alternativas que possam alavancar o setor de água mineral no Estado do Rio de Janeiro.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Geociênciaspt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Geologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FARIA, T. S..pdf650,47 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.