Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/6047
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorGarden, Nanci Câmara de Lucas-
dc.contributor.authorSantos, Guilherme Lopes da Cruz-
dc.date.accessioned2019-01-02T22:18:44Z-
dc.date.available2019-01-04T02:00:09Z-
dc.date.issued2012-10-30-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/6047-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectFotoquímicapt_BR
dc.subjectbeta-Naftoflavonapt_BR
dc.subjectEspectroscopia.pt_BR
dc.titleEstudo fotoquímico da beta-Naftoflavonapt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/6151842378756869pt_BR
dc.description.resumoA reatividade do estado excitado triplete de beta-naftoflavona (1) frente a fenóis, ao éster metílico do N-acetil-L-triptofano e DABCO foi determinada empregando a técnica de fotólise por pulso de laser de nanossegundo (FPL). A FPL (L = 355 nm) de soluções desoxigenadas de 1, em acetonitrila, resultou na formação de um transiente com máximo em 500 nm e tempo de vida de 2µs, que foi caracterizado como o estado excitado triplete de 1. Em 2-propanol e cicloexano observou-se a formação de um novo transiente com máximo em 400 nm de tempo de vida mais longo, que foi atribuído ao radical cetila formado via reação de abstração de hidrogênio. O estado triplete de 1 foi suprimido eficientemente por fenóis, pelo éster metílico do N-acetil-L-triptofano e por DABCO, com a constante de velocidade de supressão por fenóis se encontrando na ordem 4-metoxifenol > fenol > 4-cianofenol. Para os fenóis e o éster metílico do N-acetil-L-triptofano, novos transientes foram formados no processo de supressão, que foram atribuídos aos radicais resultantes de uma transferência inicial de elétron do supressor para 1 no estado excitado, seguido por uma transferência rápida de próton. Com DABCO observou-se a formação do ânion radical derivado de 1 com máximo em 390 nm.O rendimento quântico para a formação de oxigênio singlete (1O2) a partir de 1 foi determinado, tendo-se obtido o valor de 0,51.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Químicapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA::QUIMICA ORGANICApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Guilherme Lopes da Cruz Santos.pdf433,29 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.