Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/6191
Type: Dissertação
Title: No curso da pintura: a produção de identidades de artista
Author(s)/Inventor(s): Dabul , Lígia Maria de Souza
Advisor: Lima, Antonio Carlos de Souza
Abstract: Neste trabalho é enfocada uma situação de aprendizagem da pintura numa instituição voltada para o ensino e a produção da chamada arte contemporânea. Tratando a pintura contemporânea como prática social, a análise da sua aprendizagem revela o quanto está referida a outras práticas porque colocada pelos atores sociais envolvidos em continuidade ou em incompatibilidade com elas. Na investigação de como estes atores adquirem ou atualizam disposições que permitem ou inviabilizam a prática da pintura contemporânea, são estudados processos de constituição de identidades de artista, processos considerados na sua diversidade e no seu caráter circunstancial. Para tanto, são abordadas as relações sociais estabelecidas pelos atores na situação estudada, bem como os diferentes significados que atribuem à sua prática. A constituição de identidades de artista pode ser assim analisada como conjunto de processos ao mesmo tempo de supressão e de atribuição de capacidade de produção de significado através da/sobre a pintura, produção voltada para públicos concebidos como desigualmente aptos para o reconhecimento de um valor artístico da produção pictórica dos alunos. Esta dissertação é iniciada com a abordagem de questões metodológicas colocadas pela sua temática, arte, e pela estratégia de pesquisa, a observação participante. Em seguida disposições corporais da prática da pintura são analisadas, especialmente no modo como os alunos distribuem-se e ocupam o espaço durante as aulas de pintura. Hierarquizações entre alunos, e relações entre eles e deles com o professor são apresentadas, e adiante já são associadas a outras práticas sociais significativas, a um tempo de pintura e à feitura ou não de exercícios de pintura durante o curso. Estas associações são demonstradas através da descrição de variados procedimentos de pintura, o que permite a relativização de certos recortes (como os que separam técnica/significado, produção/consumo simbólico, corpo/ cultura, ação social/ produto artístico, arte/vida social) e ênfases (como a dirigida ao objeto artístico) frequentemente acionados no estudo da arte como fenômeno social sobretudo pela antropologia da arte.
Abstract: This work focuses a situation in which people learn painting, in an institution for the teaching and production of contemporary art. Contemporary painting is seen here as a social practice, placed by the social actors as continuous or as incompatible with other social practices. The acquisition of the dispositions which permit, or don’t permit, the practice of contemporary painting is also investigated. This means studying the formation of the identity of the artist, which is shown to be a diversified and circumstantial process. The social relationships established by the actors in this situation are approached, as well as the various meanings which they attach to their practice. The formation of the artist’s identity is analyzed as a set of processes both of suppression and attribution of the ability of producing meanings through paintings or about painting. These products are directed to a public seen as differentiated regarding the ability to recognize the artistic value of the student’s pictorial production. This dissertation begins by approaching methodological questions regarding the subject of study - art- and the research strategy - participant observation. An analysis follows about the bodily dispositions in the practice of painting, focusing specially the way the students place themselves and occupy the space during the painting lessons. The hierarchization among the students and between them and the teacher are presented and related to other meaningful social pratices, the time invested in painting and the experience of having done (or not) painting exercises during the course. These relations are shown through the description of the painting procedures. This permits reconsidering certain decoupages, such as the separation between technical aspects/meanings, symbolic production/symbolic consumption, body/culture, social action/artistic production, art/social life. It also permits reconsidering certain emphases common in the studies about art as a social phenomena - specially in the anthropology of art - such as the focus on the artistic object.
Keywords: Pintura e identidade
Artista plástico
Subject CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES
Program: Pós-Graduação em Artes Visuais
Production unit: Escola de Belas Artes
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: 1998
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Appears in Collections:Artes Visuais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
455982.pdf31,72 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.