Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/6230
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorFreitas Junior, Roberto de-
dc.contributor.authorNascimento, João Paulo da Silva-
dc.date.accessioned2019-01-24T18:08:16Z-
dc.date.available2019-01-26T02:00:14Z-
dc.date.issued2020-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/6230-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectSurdopt_BR
dc.subjectEsquecimentopt_BR
dc.subjectAquisição da linguagempt_BR
dc.subjectProcessos cognitivospt_BR
dc.titleA escrita infantil de surdos de primeira geração: um estudo cognitivo-funcional sobre o recrutamento de processos mentais de domínio geral na aquisição de PBL2pt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/8290929150934751pt_BR
dc.contributor.referee1Soares, Lia Abrantes Antunes-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/2989983093843780pt_BR
dc.description.resumoEste trabalho concentra-se na análise cognitivo-funcional de produções escritas em PBL2 por aprendizes surdos de primeira geração de faixa etária infantil, com o intuito de mapear divergências construcionais do PB oriundas do fenômeno do apagamento de itens em slots de padrões (semi)esquemáticos (FREITAS et al., 2018; NASCIMENTO et al., 2019; NASCIMENTO, 2019). Para tanto, empenhou-se metodologia quantitativa e qualitativa para o tratamento devido de 10 textos produzidos em sessões de atendimento educacional especializado, que integram o Corpus NEIS, visando à especificação das diferentes tipologias de apagamentos e os padrões construcionais comprometidos. Tal percurso metodológico permitiu a análise de 189 ocorrências de apagamentos, subdivididos em 6 categorias prototípicas, acometedoras de 7 padrões construcionais: [V + sufixo], [Lexema + sufixo], [Especificador + N + Complemento], [N SPrep N], [S V O], [S V AUXILIAR V X], [S V FUNCIONAL X]. Ancorados nos pressupostos teóricos da Linguística Funcional Centrada no Uso (LFCU), mais especificamente no modelo da Gramática de Construções Baseada no Uso (GCBU), que entende a língua como um sistema dinâmico e complexo em que há relações entre esquemas simbólicos, defendemos a hipótese de que as incompatibilidades observadas na interlíngua dos participantes desta pesquisa suplantam diferenças tipológicas entre a L1 (Língua Brasileira de Sinais) e a L2 (o PB escrito). Indicamos que os padrões divergentes podem ser explicados pelo baixo grau de recrutamento de processos cognitivos de domínio geral responsáveis pela aquisição de quaisquer conhecimentos que transitam na experiência humana (BYBEE, 2016) ocasionado por: 1) baixa experiência com a escrita da L2; 2) carência de metodologias de ensino de L2 adequadas. Os resultados demonstraram que os aprendizes participantes deste estudo parecem ainda não reconhecer padrões básicos do PB como chunks , evidenciando a necessidade de fortalecimentos por meio de metodologias de ensino capazes de propiciar frequência de uso e contextos favoráveis ao direcionamento dos processos cognitivos de domínio geral, a fim de que construções da língua-alvo (LA) emerjam de forma consistente e adquiram status representacional fortalecido.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Letraspt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::FISIOLOGIA DA LINGUAGEMpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Letras - Literaturas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JPSNascimento.pdf1,12 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.