Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/6300
Type: Tese
Title: Necessidades de familiares da pessoa internada em unidade de terapia intensiva: uma perspectiva compreensiva para a humanização do cuidar
Author(s)/Inventor(s): Santos, Lia Cristina Galvão dos
Advisor: Tocantins, Florence Romijn
Co-advisor: Souza, Ívis Emília de Oliveira
Abstract: Minha experiência profissional, enquanto enfermeira assistencial de uma Unidade de terapia Intensiva (UTI) propiciou-me relações profissionais com familiares de pessoas ali internadas. Estas relações permitiram-me experienciar situações que conduziram-me a realização deste estudo. Busquei compreender as necessidades assistenciais de familiares de pessoas internadas em Unidade de Terapia Intensiva visando analisar o modo pelo qual o enfermeiro pode contribuir para atender a estas necessidades. Assim, pautada na sociologia compreensiva de Alfred Schutz, foi possível captar, a partir da apreensão do típico da ação de procura por um encontro de orientações, as necessidades concretas destes familiares. Desta forma, apreendi que o tipo vivido familiar de pessoa internada em UTI tem em vista receber informações sobre o estado da pessoa internada, compartilhando com a equipe da UTI da ação de cuidar de seu familiar. Neste sentido, entendo que o atendimento dessas necessidades deve respaldar um repensar do cuidar, quando Profissionais de saúde/Enfermeiro deverão procurar mediar suas ações a partir de uma efetiva relação social profissional-familia-cliente, entendendo que a humanização do cuidar perpassa pelo compartilhar de perspectivas no mundo da vida.
Abstract: My professional background as a nurse at an Intensive Care Unit (ICU) has given me the opportunity to establish professional relationship with ICU patients' family members. Those acquaintances allowed me to experience situations that led me to the accomplishment of this study. I sought to understand the assistance needs of ICU patients' family members in order to analyze the means through which nurses can contribute to attend those needs. So, taking Alfred Schutz's comprehensive sociology as a guide, to apprehend the typical action to search for counseling, I was able to detect the concrete needs of those family members. Thus, I grasped that the lived type family of the ICU patient expect to receive information about the hospitalized person, ready to share his/her care-taking with the ICU's professional team. ln that sense, I understand that the attendance to those needs must support care-taking reevaluation, where Health Professionals/Nurses should mediate their actions on the basis of an effective professional-family-patient social relationship, bearing in mind that the humanization of care (human-action) does necessarily goes through the sharing of perspectives in life-world.
Keywords: Unidade de terapia intensiva
Família
Humanização da assistência
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Program: Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
Production unit: Escola de Enfermagem Anna Nery
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: Dec-1998
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Appears in Collections:Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
278194.pdf3,33 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.