Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/642
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorLicha, Antonio Luís-
dc.contributor.authorLima, Raphael Balbino de Araújo-
dc.date.accessioned2016-07-08T19:30:17Z-
dc.date.available2016-07-10T03:00:09Z-
dc.date.issued2013-10-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/642-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectCrise financeirapt_BR
dc.subjectMercado imobiliário americanopt_BR
dc.subjectEmpréstimos sub-primept_BR
dc.subjectRegulaçãopt_BR
dc.titleA emergência da crise imobiliária americana de 2007/2008pt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/2371383684105308pt_BR
dc.description.resumoO presente trabalho tem por objetivo apresentar uma análise dos fatores que desencadearam a crise financeira ocorrida no mercado imobiliário americano em 2007-2008 e que teve grande impacto em diversas economias. O ponto chave para a análise recai sobre desregulação financeira incentivando as instituições a adotarem práticas inovadoras para se precaverem dos riscos e a baixa taxa de juros adotados pelo Governo Americano, gerando um aumento do número de empréstimos, principalmente imobiliários, incluindo, desde então, os cidadãos de baixa renda nas carteiras dos grandes bancos (empréstimos subprime), o que por sua vez elevou o preço dos imóveis, incentivando a especulação. Como os empréstimos subprime envolviam riscos, os bancos se valeram ainda mais do processo de inovação financeira conhecido como securitização, no qual títulos eram lastreados em hipotecas. Quando o governo decide aumentar as taxa de juros, ruindo um dos pilares de sustentação da euforia e, com o preço dos imóveis ainda elevados, as hipotecas tiveram que ser revistas. Num segundo momento, a elevação dos juros fez com que os preços dos imóveis decaíssem, fazendo com que a dívida ficasse maior que o valor do imóvel não sendo mais vantajoso renegociar, aumentando o número de execuções imobiliárias. Devido ao processo de securitização, os títulos baseados em hipotecas perderam seu valor causando um acúmulo de títulos (dividas) difíceis de liquidar; sendo assim, tais desequilíbrios patrimoniais geraram uma crise de grande dimensão. O referencial teórico será feito a luz das contribuições de Hyman P. Minsky sobre a Hipótese da Instabilidade Financeira e como o sistema evolui para um estado de colapso.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Economiapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monografia Raphael Balbino de Araujo Lima.cd.pdf709,82 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.