Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/6851
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCasellato, Annelise-
dc.contributor.authorPriori, Guilherme Amoglia-
dc.date.accessioned2019-03-26T18:24:27Z-
dc.date.available2019-03-28T03:00:20Z-
dc.date.issued2019-03-11-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/6851-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectCatecol oxidasept_BR
dc.subjectComplexo mononuclear de Cu (II)pt_BR
dc.titleAvaliação da atividade de catecolase de um complexo contendo íons Cu+2pt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/6666301937868490pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/7407477455466893pt_BR
dc.contributor.referee1Comerlato, Nadia Maria-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5820585647897189pt_BR
dc.contributor.referee2Medeiros, Marta Eloísa-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/5269536079972055pt_BR
dc.description.resumoA catecol oxidase (CaOx) é uma enzima de cobre do tipo-3, encontrada em plantas, crustáceos e insetos, responsável pela catalise da oxidação de o-difenóis, ou catecois, a suas respectivas o-quinonas através de uma reação de oxidação do dioxigênio a água em um processo conhecido como atividade de catecolase. Moléculas mais simples, de baixo peso molecular, inspirados nos sítios ativos de metaloenzimas, possuem alto potencial de simulação da atividade da enzima de interesse. Nesta perspectiva, foi realizada a avaliação da atividade de catecolase frente a oxidação do substrato 3,5-DTBC e estudada a ativação do oxigênio do complexo [Bis-N-(2-hidroxietil)salicilaldiminato]cobre(II). Para estudar a ativação de oxigênio foi utilizada a técnica de análise de voltametria cíclica Tal análise indicou a possível capacidade da eletroredução do O2. Além disso, foram avaliados a influência do pH na degradação do substrato e a influência da concentração do substrato na velocidade inicial da reação. Foram obtidas as constantes cinéticas preliminares pelo ajuste não linear por mínimos quadrados da equação de Michaelis-Menten e foi observado um aumento na atividade catalítica em pHs acima de 8,5, porém não foi observada uma tendência a saturação.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Químicapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA::QUIMICA INORGANICApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Guilherme Amoglia Priori.pdf675.58 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.