Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/6921
Type: Trabalho de conclusão de graduação
Title: A inserção do Serviço Social no programa de reabilitação profissional no INSS: condições atuais do exercício profissional e sua descaracterização
Author(s)/Inventor(s): Godilho, Carolina Bárbara Duarte de Oliveira
Advisor: Galizia, Silvina Veronica
Abstract: Estuda alguns aspectos da inserção e atuação do Serviço Social no Programa de Reabilitação Profissional, executado pelo Instituto Nacional do Seguro Social. O INSS, mesmo sendo uma instituição de caráter público, desde a década de 90, reproduz a lógica gerencial de administração privada, buscando eficácia e eficiência nos seus processos. Essa lógica tem limitado várias potencialidades da profissão, tais como o trabalho socioeducativo, a aproximação e interface com outras políticas públicas e a avaliação socioeconômica dos segurados. A lógica atual da acumulação, a qual tem determinado as novas formas de gestão do trabalho e a intervenção do Estado, tem orientado a dinâmica do trabalho do assistente social na política previdenciária, especificamente no programa de reabilitação. Diante disto, a hipótese deste trabalho é que os assistentes sociais previdenciários, na condição de trabalhadores, especificamente aqueles inseridos no Programa de Reabilitação Profissional, tem tido sua condição como trabalhador e possibilidades profissionais determinadas pelo processo de mudança na gestão da força de trabalho e contrarreforma neoliberal, instalados no INSS, assim como em toda a sociedade. O trabalho vincula dois amplos âmbitos de transformações sociais contemporâneas: no mundo do trabalho, especialmente na gestão da força de trabalho e nas estruturas da administração das instituições públicas, especialmente no INSS, com o intuito de chegar a reconhecer e caracterizar o trabalho do Assistente Social no âmbito do Programa de Reabilitação Profissional na atualidade. Esta pesquisa levou a identificação de um cenário em que o assistente social, como trabalhador assalariado, tem sido submetido a atual gestão da força de trabalho e enquadrado na sua organização flexível. Além de ter seu exercício orientado pela precarização da política previdenciária, bem como a interface desta com a saúde, educação e trabalho. Essa realidade tem influenciado na descaracterização do Serviço Social, no âmbito do programa de reabilitação, e limitação do exercício profissional, na perspectiva do projeto profissional hegemônico.
Keywords: Previdência social
Seguridade social
Trabalhadores
Reabilitação
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL::SERVICO SOCIAL APLICADO::SERVICO SOCIAL DO TRABALHO
Department : Escola de Serviço Social
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: 2016
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Citation: GODILHO, Carolina Bárbara Duarte de Oliveira. A inserção do Serviço Social no programa de reabilitação profissional no INSS: condições atuais do exercício profissional e sua descaracterização. 2016. 85 f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Serviço Social) - Escola de Serviço Social, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016.
URI: http://hdl.handle.net/11422/6921
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CBDGodilho.pdf1,4 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.