Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/695
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorSerrano, Franklin Leon Peres-
dc.contributor.authorMachado, Pedro Siqueria-
dc.date.accessioned2016-07-29T20:15:20Z-
dc.date.available2016-07-31T03:00:11Z-
dc.date.issued2014-12-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/695-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectTeoria econômicapt_BR
dc.subjectTaxa de câmbiopt_BR
dc.subjectEconomia abertapt_BR
dc.titleTaxa de câmbio e distribuição de renda em um modelo clássicopt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/8929218197089001pt_BR
dc.contributor.referee1Summa, Ricardo-
dc.contributor.referee2Bhering, Gustavo Ribeiro de Freitas-
dc.description.resumoDiscute a importância que o debate sobre a distribuição de renda impõe sobre políticas cambiais. As nossas motivações teóricas apontam para o fato de que políticas cambiais que visam afetar a competitividade têm como efeito secundário, mas muitas vezes relevantes, alterar a forma da distribuição funcional da renda. Construímos então um modelo clássico coerente capaz de analisar como o fato de “abrirmos a economia” afeta o modelo sraffiano convencional.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Economiapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Aparece nas coleções:Ciências Econômicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
monografia_pedro_siqueira_machado.pdf522,49 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.