Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/7013
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBusato, Maria Isabel-
dc.contributor.authorSouza, Leonardo Barifouse de-
dc.date.accessioned2019-04-03T20:48:15Z-
dc.date.available2019-04-05T03:00:11Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/7013-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectRevolução keynesianapt_BR
dc.subjectPensamento econômico neoclássicopt_BR
dc.subjectKeynespt_BR
dc.subjectTeoria Keynesianapt_BR
dc.titleExpectativas de curto prazo e flutuações macroeconômicaspt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/0881600909036314pt_BR
dc.description.resumoEm decorrência dos eventos relacionados à Grande Depressão e do fracasso do pensamento econômico neoclássico em explicá-los, Keynes construiu um modelo essencialmente inovador, substituindo a perfeita informação pela incerteza como um pressuposto fático mais rente à realidade e que poderia oferecer resultados mais eficazes. Entretanto, para formular uma teoria econômica completa, seria indispensável que Keynes demonstrasse como a conduta dos agentes num ambiente de incerteza se reflete nos agregados econômicos básicos e em sua interação estática e dinâmica: era preciso uma teoria das expectativas, que foi desenvolvida como o núcleo de sua obra “Teoria Geral do Emprego, dos Juros e da Moeda”. A monografia pretende, em síntese, discutir as possíveis relações causais das expectativas dos agentes (e sua revisão) com as flutuações de curto prazo. Neste passo, levando em conta a cadeia causal das flutuações delineada na Teoria Geral, o trabalho aborda também os conceitos de oferta agregada (curva Z), demanda agregada (curva D) e ponto de demanda efetiva. Isto porque, na concepção de Keynes, a interação entre estes fatores é que estabelece o volume de emprego observado numa economia em dado instante no tempo. No entanto, o estudo não se presta a desvendar qual seria o pensamento original de Keynes por detrás das linhas obscuras de sua principal obra. Em outras palavras, não há nenhum compromisso em adotar a interpretação que seja mais favorável sistematicamente ao pensamento de Keynes – e, mesmo, qualquer constrangimento em estabelecer a existência de incongruências, erros ou omissões na Teoria Geral. O objetivo, na verdade, é retraçar os passos iniciais da discussão acerca das expectativas num contexto macroeconômico e verificar os pontos – caso existam – que, mesmo à luz dos desenvolvimentos teóricos posteriores, se mostram robustos para aproveitamento em modelos contemporâneos.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Economiapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LBSOUZA.pdf803,88 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.